Doce longe do açúcar


O que era para eu publicar depois da meia-noite, publiquei antes, mas esqueci de dizer o que fez o meu dia mais doce. Sabe o que foi? Não foi o sorvete, mas poder compartilhar a companhia de dois amigos num almoço no meio da semana, mas fora da rotina. O Osmar e a Carlinha fizeram meu dia mais doce. A taxa de glicose se manteve estável.

2 ideias sobre “Doce longe do açúcar

  1. Regis Marques

    Também sou jornalista, também sou diabético e tenho 53 anos. Sou do Maranhão e fico feliz que você encare a vida com tanta alegria. Foi bom descobrir você para a gente trocar idéias. Volto depois para ler mais. Te linkei nos meus favoritos.

    Resposta
  2. Luciana Oncken

    Oi, Regis! Fico muito feliz com a sua participação. Acho que ver como outras pessoas encaram a doença, trocar experiências, é sempre bom, porque não nos sentimos excluídos.
    Que bom que não estou falando sozinha. Às vezes, penso que não tem ninguém lendo, mas felizmente tem.
    Mande dicas e informações interessantes, se vc quiser.
    Obrigada.

    Resposta

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s