De bem com a vida


Vou dar uma entrevista amanhã sobre o fato de ter diabetes e levar numa “quase” boa. Ainda bem que neste momento estou de bem com vida e assim pretendo permanecer por um bom tempo. O fBonecoato de ter voltado a praticar atividade física tem me proporcionado um bem-estar e uma disposição que há tempos não sentia. Por que a gente relaxa e deixa de fazer coisas que nos fazem bem? Por que a gente tem preguiça de ser feliz? Ainda bem que encontramos pessoas pela frente que nos fazem voltar ao caminho certo: o caminho da saúde. Desta vez, o meu agradecimento vai para a Flavia, uma colega de trabalho de oito anos, mas que só agora eu tive a oportunidade de conhecer melhor. Na verdade, devo ter tido outras oportunidades, mas nem percebi que elas estavam na minha frente. Felizmente, nunca é tarde para começar uma amizade. E as minhas são assim: começam bem lentamente até se solidificarem. O fato é que graças à Flavia, da APM, eu estou me dedicando como devo à atividade física. E ela graças a mim. É uma troca pra lá de justa, pra lá de saudável.

Uma ideia sobre “De bem com a vida

  1. jonathas

    ouvi falar que a diabetes mellitus interfere um pouco na vida sexual e sentimental, porém acho que isso vai muito da cabeça se o diabético se cuida e está de bem com a vida pode usufluir de todos os prazeres proporcionado pelo sexo e pela vida a dois.
    poxa e essas meça da foto é muito gata com todo respeito, um pedaço de mal caminho rs rs.

    Resposta

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s