Arquivo mensal: fevereiro 2008

7.500 visitas

Hoje, este blog completou 7.500 visitas neste endereço, que mantenho desde setembro de 2007. Nada mal para um blog pessoal com divulgação espontânea. Obrigada a todos que passam por aqui, deixam seus comentários, participam, que param para ler o que eu escrevo. Vocês são sempre bem-vindos. 

DIABETES EM DEBATE: A CIRURGIA VERSUS O TRATAMENTO CLÍNICO

Diabetólogo e cirurgião respondem se a cirurgia metabólica já é uma realidade no Brasil, país que lidera estudos sobre a operação no mundo  

“A cirurgia metabólica para diabetes é uma realidade?” Para responder a essa pergunta será realizado um debate reunindo os médicos Ricardo Cohen, especializado em cirurgia metabólica, e Bernardo Leo Wajchenberg, endocrinologista renomado no tratamento clínico do diabetes. Os dois especialistas garantem um debate aprofundado sobre essa nova alternativa que desponta para o tratamento do tipo 2 da doença, que ameaça tornar-se uma epidemia, ao atingir 226,5 milhões de pessoas no mundo, em 2012, devido a hábitos de vida como o sedentarismo e a alimentação pouco saudável. O encontro será AMANHÃ, quarta-feira (27/02), às 19 horas, no anfiteatro do Hospital Osvaldo Cruz, em São Paulo.

Ricardo Cohen vai apresentar as vantagens do tratamento cirúrgico como opção para o controle do diabetes mellitus tipo 2. Desde 2005, Cohen desenvolve a técnica de exclusão duodenal para a cirurgia metabólica, por meio de protocolos experimentais aprovados no Comitê de Ética em Pesquisa do Ministério da Saúde. “Temos um resultado de mortalidade zero com 50 pacientes operados não-obesos, que têm o diabetes controlado sem medicamentos”, afirma Cohen.

Um dos mais respeitados endocrinologistas brasileiros, Bernardo Leo Wajchenberg é autor de mais de 200 artigos científicos, dois livros e dezenas de capítulos em publicações. O ex-presidente da Sociedade Brasileira de Diabetes, entre outras sociedades científicas, é chamado de diabetólogo, devido ao aprofundado conhecimento da doença e seu tratamento clínico.

Ricardo Cohen é doutor em cirurgia pela Universidade de São Paulo, com residência médica nos Hospital das Clínicas. É reconhecido como cirurgião gastroenterologista, com especialidade em cirurgias bariátrica e metabólica. Tem cinco livros publicados (três no exterior e dois no Brasil), 25 capítulos em livros de autores nacionais e 20 de autores estrangeiros. Além de 21 artigos publicados em revistas nacionais e 24 em periódicos estrangeiros. Com mais de 100 palestras e aulas apresentadas em congressos, cursos e simpósios, presidiu a comissão científica do X Congresso Brasileiro de Cirurgia Bariátrica e Metabólica, em Curitiba, em dezembro passado. É membro de diversas instituições, como o Colégio Brasileiro de Cirurgiões e Sociedade Americana de Laparoscopia.

O TRATAMENTO CIRÚRGICO DO DIABETES MELLITUS TIPO 2

Data:                          27 de fevereiro de 2008

Horário:                     19 horas

Local:                         Anfiteatro do Hospital Osvaldo Cruz

                                   (Rua João Julião, 331 – Paraíso – São Paulo – SP)

Cookie Diet – Jasmine

Eu estou sempre em busca de coisas gostosas e possíveis nas prateleiras dos supermercados. Nas últimas compras, deparei-me com o cookie diet da marca Jasmine, sabor avelã e capuccino. Sem dúvida alguma, joguei no carrinho. Levei pra casa. Ele ficou uns dias lá no meu armário, adormecido.

Esses dias, fui procurar alguma coisa gostosa pra comer e lá estava o pacotinho. Muito bom. É macio e saboroso. Tem de outros sabores. A granola diet deles também é excelente.

Outra marca que tem a linha diet é a Vitao. Os produtos deles são presença constante no armário de guloseimas (diet, é claro!). O cookie da Vitao também é bem gostoso, mas a consistência é mais de bolacha, mais durinho. De maça com cobertura de chocolate é uma delícia.

O forte das duas marcas são os produtos integrais. Da Vitao, fuja do macarrão integral (tipo miojo). O gosto é meio estranho.

Saiba mais:
www.vitao.com.br
www. jasminealimentos.com

Pequenas coisas que adoçam a vida de um diabético e de qualquer pessoa

– Rever meu marido depois de uma semana de viagem

– Ficar o final de semana inteiro assistindo Lost juntos

– Caminhar sem destino numa manhã ensolarada de domingo

– Tomar um sorvete (diet, é claro!) num sábado a tarde, sem compromisso

– Almoçar com a minha irmã em plena terça-feira

– Tirar uma soneca depois do almoço

– Curtir a cidade como se fosse turista…

O strudel de maçã

strudel

Hum! Está aprovadíssimo. O strudel de maçã do Fran’s era mesmo o que eu imaginava. Uma delícia! Só uma dica para o Fran’s: manter funcionários informados sobre os produtos. As meninas da loja da Vieira de Morais, no Campo Belo, em São Paulo, não sabiam se os produtos eram também diet. Como não tinha outro strudel no cardápio, deduzimos que aquele era mesmo o diet.

Fui com a minha irmã. Curti um bom papo e um bom strudel. Momentos muito doces.

Fran’s Café tem sobremesa light (que é diet!)

Fran’s Café

A cafeteria que nasceu em Bauru, interior de São Paulo, há mais de 30 anos e conquistou os paulistanos nas última década, espalhando-se pela esquinas de Sampa, graças ao sucesso do sistema de franquias, oferece sobremesa light, que é também diet.

Sempre tive uma ou outra ressalva em relação ao Fran’s, admito. Considero os produtos muito bons (porém caros), mas, em algumas lojas, o atendimento deixa a desejar. É um pouco demorado. Felizmente, não foi o que verifiquei no último domingo, na loja da Benedito Calixto. O atendimento foi rápido e satisfatório, o ambiente é gostoso, especialmente quando nos sentamos do lado de fora em frente à praça. Mas a agradável surpresa estava no cardápio: quatro opções de sobremesa light (e diet). Uma delas chamou a minha atenção: o strudel de maçã.

Como já tinha comido a minha porção de carboidrato daquela manhã, acabei não experimentando. Não vejo a hora. Depois eu conto para vocês se é bom, e anoto direitinho quais são as outras opções. Fiquei emocionada e nem me liguei nas outras.

As sobremesas têm valor reduzido de gordura e não há adição de açúcar.

Parece que alguns estabelecimentos já estão se adiantado ao projeto de lei número 2003/07, da deputada federal Solange Almeida (PMDB-RJ), que obriga os restaurantes e estabelecimentos similares a incluir pelo menos um tipo de sobremesa dietética no cardápio.

É esperar para ver.