A importância do apoio familiar no diabetes


Vou colocar as respostas aos comentários em dia. Estava de férias e por isso não as respondi. Vamos lá! A Marluce deixou-nos o seguinte comentário, em 3 de maio:

“Descobri que sou diabética a (sic) 3 meses. No começo fiquei muito assustada e triste. Um pouco depressiva, mas tive muitos familiares e amigos pra me ajudarem (sic). Hoje já estou bem melhor.”

Este é um apoio fundamental: o da família. Se você acha que não tem recebido este apoio e se sente isolado, tente conversar com os familiares, principalmente os mais próximos. Afinal, a falta de conhecimento sobre um assunto gera insegurança, medo. Pode ser isso que os seus entes queridos estejam sentindo. Como não sabem o que dizer, ou como se portar, preferem ignorar a sua doença. Mas isso não significa que não se preocupem, que não te queiram bem. Busque o máximo de informações sobre a doença, compartilhe essa informação com a sua família. Eles vão começar a se interessar mais, buscar também informações para contribuir com a sua vida.

Parabéns, Marluce! Melhore sempre.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s