Ana Rafaela tem diabetes e tem dificuldades de aceitar


Sou Ana Rafaela, tenho 12 anos, tenho diabete, nao consigo me controlar. Não sei.. tem vezes que choro perguntando por que tenho diabete. Eu passo pela psicóloga, não consigo emagrecer, vou
agora, dia oito, fazer exame e eu sei que vai tá tudo alterado. Me ajuda.

##

Ana Rafaela, que responsabilidade que você me deu, menina! Fico me perguntando como posso te ajudar. Você não me contou muitas coisas. Você é diabética desde menorzinha? Ou ficou agora? É tipo 1 ou tipo 2? Você disse que precisa emagrecer… a sua diabetes tem relação com o peso?

Ter diabetes, às vezes, não é fácil, não mesmo. Não adianta ninguém dizer que é, se você não aceita a doença. Especialmente no começo. Mas você quer saber? A gente tem de seguir em frente. E, para seguir em frente, é preciso que estejamos dispostos a experimentar uma nova forma de viver. Acredite, Rafaela, chega uma hora em que a gente se acostuma, e começa a ser natural tomarmos certos cuidados.

Sobre emagrecer, você tem que procurar alguma atividade que goste de fazer. Sei lá… dançar, nadar, andar com o cachorro… deve ter alguma coisa que você curte e que vai ser mais fácil de fazer diariamente. Sobre a alimentação, tem muita coisa que a gente pode comer, sim, mas um pouquinho de cada. Tem uma dieta chamada “contagem de carboidrato“. Pergunte sobre ela a sua médica ou, se houver a possibilidade, para uma nutricionista.

Ah! Seria legal você participar da Associação de Diabetes Juvenil (ADJ). Lá, você vai conviver com diversas pessoas da sua idade que tem o mesmo problema. É bem interessante. Tem diversas atividades para jovens, até acampamentos de férias. É uma forma de você não se sentir a única pessoa na face da terra a sofrer com isso. E saber como outros adolescentes fazem para viver bem com o diabetes.

E quer saber? Quando você se perguntar sobre o por quê de você ter diabetes, pense que é porque você é forte, porque é capaz de passar por isso. E, mais, participando de atividades como as da ADJ, você pode até ajudar outras pessoas a passar a vida feliz, mesmo com diabetes.

Sempre que você quiser postar comentários. Falar das suas dificuldades, das suas conquistas, das suas escorredas, fique à vontade, o blog é nosso e você, sim, pode me ajudar e a muitas outras pessoas. Por isso eu é que te peço ajuda para ajudar outras pessoas. Faça quantos comentários você quiser.

42 ideias sobre “Ana Rafaela tem diabetes e tem dificuldades de aceitar

  1. Bel

    Sou diabetica tipo I desde os 15 anos de idade e isto para mim foi sempre um incentivo e estimulo para eu vencer na vida APESAR da diabetes.
    Fiz a faculdade de biomedicina, trabalhei em laboratório de análises clinicas durante 28 anos e atualmente estou aposentada.
    Sempre fiz os exames periodicos de controle de diabetes, incluindo o exame de fundo de olho e sempre seguindo as orientações medicas referentes a dieta e exercicios. Disto tudo ficou um saldo muito positivo: apesar de 35 anos de diabetes não tenho nenhuma alteração referente à doença.
    Acho Ana Rafaela que você deve mudar o seu posicionamento frente a doença: VOCÊ que tem que dominá-la fazendo um controle e procurando viver a vida da melhor maneira possivel.
    Eu sou um exemplo de que isto é possivel, é só querer.
    Um abraço

    Resposta
  2. Karin

    Ana Rafaela! É difícil, sim! mas não impossível! Tenho 24 anos. Faz um ano que sou diabétics e utilizo insulina. E posso dizer que o 1º passo que considero essencial é a aceitação. É mais do que fundamental! Eu tb dizia para mim mesma que jamais iria conseguir. Eu sentia uma fome de “leão”. Mas depois que aceitei, tudo ficou mais fácil.

    Resposta
  3. rita

    ana rafaela descobri faz 1mes que meu filho tem diabete ele tem 10anos enquanto ele estava internado tds os medicos e nutricionista falaram que meu filho ia viver de insulina pro resto da vida mas felismente deus colocou um endocrino nas nossas vidas que na primeira consulta ele tirou as insulinas ele esta fazendo o tratamento com remedios homeopaticos e esta controlada e tambem esta fazendo uma dieta rigorosa mas medico me prometeu que em 6meses ele vai deixar de vez de ser diabetico ele esta fazendo de tudo pro pancreas voltar a funcionar sozinho e isso ja esta acontecendo o medico ja diminuiu 2remedios isso para nos eh uma vitoria acredite vc tbm tem cura procure um medico certo e creia em deus vc tbm vai ser curada nao desanime nunca se puder entre em contato comigo por e-mail bjs

    Resposta
    1. Giselle Lima

      Rita,

      Li seu recado no blog da Luciana Oncken e gostaria de saber se após 1 ano o tratamento do seu filho com a homeopatia deu resultado.
      Obrigada,

      Giselle

      Resposta
    2. Flavia

      Prezada,

      Tenho uma amiga que tem uma filha hoje com 19 anos e anos,ela teve a diabete diagnosticada com 10 anos de idade, porém a menina vive internada, teve várias vezes crises convulsivas, está acima do peso, não aceita a condição de diabetica, nesse instante está internada em um hospital de Brasilia com uma infecção urinária, em dezembro passado teve paralisia estomacal. Enfim o meu contato se deu por querer saber qual é o endocrino que vc consultou e aonde ele clinica.

      Muito Obrigada,

      Flávia

      Resposta
      1. Luciana Oncken Autor do post

        Moro em São Paulo, Flavia. Minha médica é a da USP, mas em Brasília há excelentes médicos. Acho importante a filha da sua amiga ter uma atendimento multidisciplinar: endocrino, nutricionista e psicóloga. Nas associações de diabéticos, como a ANAD, há esse tipo de proposta. Obrigada.

  4. suely

    Ana,li seu depoimento e me entristeci de ao ver uma menina tao linda e inconformada com sua situaçao. Meu nome e Suely e tenho um filhotinho de 5 anos, em novembro de 2.006 descobrimos que ele era diabetico, confesso que naquele momento todos os meus sonhos foram roubados, sofremos tudo que podiamos, mas Deus nos fez ver que mais importante que um diabetes,era o portador do diabetes. Quando encaramos a vida de maneira que nao tivessemos outra possibilidade a nao ser sermos felizes com a realidade que temos,nossa vida ficou mais do que normal. Um ano e oito meses se passaram, ainda e pouco, mas somos uma familia feliz, e o mais importante,Joao Arthur embora tao pequeno e a criança mais feliz que conheço. So para voce ter uma ideia do que eu estou falando, a nossa ultima hemoglobina glicosilada deu 6.6.Acredite,e possivel dar certo, so depende de voce. Jesus te ama.Um abraço. Suely

    Resposta
  5. Karin

    Oi Rita!

    Segundo informações da minha endócrino, existe um período chamado pelos especialista de período remissivo ou mais conhecido como “lua-de-mel”. Passei por esse período. Acontece que no início do diabetes, há algumas células beta que ainda produzem insulina. Existem pessoas que por um certo tempo sentem a necessidade de diminuir a dose de remédios ou insulina.
    Não quero de forma algua que vc perca as epseranças. Mas tb passei por isso e sei como é. Chorei muito quando soube que n iria adiantar mais tomar os cimprimidos.
    Estudos informam que o diabetes quando é descoberto em em tenra idade (muito novo) corre o risco de ser melitus 1.
    Converse com o seu médico sobre esse período remissivo.
    Minha médica me disse que nenhuma profissional da saúde pode afirmar que um paciente com diabetes deixará de tomar remédios. Existem casos raros de cura. Muito raros.
    Um grande abraço,
    Karin

    Resposta
  6. Leandra Leal

    Rita, meu filho tem 8 anos, a dois descobrimos que ele tem diabetes tipo 1, é insulino dependente e totalemente descontrolada. Passei numa nutricionosta, que fez um planejamento alimentar,pois a dieta que o primeiro endocrino passou, não surtiu efeito.
    Lendo seu depoimento em relação ao seu filho, gostaria de pedir encarecidamente que me desse o nome deste abençoado endocrino.
    Deus abençõe!
    Leandra Leal(Mãe de Otavio Leal)

    Resposta
  7. Leandro

    Ola Rita. Tenho 24 anos, e sou técnico e professor. Descobri o diabetes há um mês e hoje a médica me diagnosticou como mellitus 1. Meu mundo caiu, soh em saber que serei um dependente de insulina. Por favor, se puderes, me mande o nome deste endocrino. Faço de tudo para evitar a dependência de insulina.
    Desde já, meus maiores agradecimentos.
    Beijos

    Resposta
  8. MARIANE

    adorei este site.
    também tenho uma filha portadora de diabetes tipo I e gostaria de trocar informações isso me ajuda muito com certeza.

    também gostaria de saber o nome de endocro que cuida do diabetes com homeopatia.

    por favor rita me informe

    agradeço de coração e boa sorte

    Resposta
    1. Neide

      Olá Andréia, acabei de ler o seu recado, acho que já se passaram dois anos….como vc está agora?, acabei de descobrir isso no meu filho tambem está ele tem 11 anos, meu marido já convive com a doença a 17 anos, ele já faz uso de insulina, e graças a Deus está bem controlada, espero me comunicar com vc

      Abraços

      Resposta
  9. Bianca

    Olá !!
    Tenho 15 anos descobri diabetes tipo 1 aos 14 anos em março. descobri por acaso estava muito cansada , pernas pesadas, bebia muita água e urinava muito. Fui para a farmácia e lá no aparelho não aparecia o valor, fiquei muito assustada fui correndo no laboratório e lá constatou 572 nas eu nem tinha perdido peso e nem passei mal no hospital mas tarde que fui unternada as preças tava muito mais alta ainda assim não passei mal fiquei 5 dias internada !
    mas como ela esta no começo tenho medo, me fico perguntando porque isso aconteceu comigo mas só agora percebo que cada um tem sua cruz. Qual a orientação
    que você pode me dar nesse caso de tanto medo tristeza que tenho?

    Resposta
  10. fernanda ferreira da costa

    ai por favor me ajude eu tenho diabetes a 5 anos e ela esta muito descontrolada e eu não sei + o que eu faço. quando eu vou em festinha eu nõ posso comer nada eu até me pergunto pq isso veio na minha vida,muitas pessoas falam para min que isso não tem cura + eu não ligo.tem hora que eu fico irritada outra que eu estou bem tem dia que eu estou passando mau que chego aé ficar enternada e outras que eu estou bm comigo mesma.Eu não consigo me entender,muitas vezes mu pais falam para mim que a diabete não é um bicho de 7 cabeça e que eu vou temque aprender isso e é com eles que eu aprendi que a diabetes é uma coisa que eu vou tenque aprender a conviver pq eu vou levar comigo no futuroe tbm isso é apenas um obstaculo para eu me superar.

    Resposta
  11. Karin

    Sabe Luciana, acho que o seu site se tornou um verdadeiro “divâ”…rsrs. Aqui todo o mundo desabafa, fala da raiva que sente por saber que é diabético, já outros se manifestam de forma positiva com respeito ao assunto. Acho importante trocar idéias!!! Trocar experiências e desabafar! Meu Deus, como deve ser complicado para os mais jovens, geralmente compulsivos por doces, principalmente para as meninas que durante o período menstrual sentem uma vontade louca de comer doces e chocolate. É preciso muita força de vontade!!! Parabéns aqueles que estão conseguindo vencer os obstáculos do diabetes e que Deus ajude (me ajude) a tomar a decisão certa, a de não comer doces!!! Rssss
    Que Deus nos ajude!!!

    Resposta
  12. rita de cassia

    ola leandra leal leandro e mariane desculpe por nao ter respondido antes p vcs bom meu filho ja esta no quinto mes de tratamento homeopatico ele esta otimo a diabete esta controlada ele so usou insulina nos primeiros dias ate os remedios homeopaticos começarem a fazer efeito graças a deus nunca mais precisou o endocrino falou q so era pra aplicar caso estivesse acima de 220 mas ate agora durante esses 5meses de tratamento nao precisou , ele ainda esta fazendo a dieta ele ainda nao pode comer doces derivados de leite alguns carboidratos e algumas frutas como banana melancia manga abacate caqui laranja e uva o resto e a vontade, olha no começo foi dificil mas so dele ter se livrado da insulina ja eh uma vitoria p uma criança vc tirar tdo de uma vez eh complicado mas ele e bem conciente nao come nada escondido tdo ele me pergunta se pode ele sabe q eh para o seu bem. se vcs puderem me passar o msn de vcs eu entro em contato esse medico atende convenio e particular bjs a tds fiquem com deus.

    Resposta
    1. Maria Imaculada

      Bom dia! Rita estava lendo pela 1ºvez esse site e encontrei seu depoimento eu tambem gostaria muito de entar em contato com esse médico …eu tomo insulina e mais4 comprimidos por dia fora pressão alta. meu msn
      add.imaculada@hotmail.com aguardo seu contato e muiiiiiiiiiito obrigado.

      Resposta
  13. rita de cassia

    leandra leal ,leandro e mariane devido algumas pessoas nao acreditarem no tratamento homeopatico nao vou deixar o endereço do consultorio para preservar a imagem do medico por isso peço a vcs que me passem o msn de vcs q eu entro em contato quero poder ajudar vcs tbm de tdo meu coraçao bjs fiquem c deus

    Resposta
    1. gustavo duarte

      por favor, rita preciso de maiores informações sobre o tratamento homeopático deste endocrinologista e seu endereço/tel, pode me passar? um abraço.

      Resposta
  14. Dalila Carneiro

    Oi Luciana! Primeiramente quero lhe parabenizar pelo blog, se todos tomassem a mesma iniciativa para fazer um pouco de diferença, talvez o mundo seria um pouco melhor.

    Bem, eu sou estudante de Jornalismo da faculdade Estácio de Sá e estou fazendo uma matéria sobre a diabetes entre os jovens.

    Se não fosse incômodo, gostaria que me respondesse algumas perguntas por e-mail e mandasse uma foto sua para colocar no jornal da faculdade.

    As perguntas são essas:

    – Com quantos anos você descobriu que tinha diabetes?
    – O que mudou em sua vida depois que descobriu?
    – Qual o conselho para enfrentá-la?

    Preciso da sua resposta até segunda.
    Desde já agradeço a sua atenção.

    Dalila Carneiro
    e-mail: dali_carneiro@hotmail.com

    Resposta
  15. Adri

    Olá Rita de Cássia

    Tenho um filho de 10 anos que é diabético (tipo 1) à 1 e 8 meses, faz aplicações de insulina em média 4 vezes por dia. Mas sua glicemia é bastante descompensada, e ainda está tendo problemas de crescimento, obesidade e outras coisas mais… gostaria de saber sobre esse médico, por favor se puder entrar em contato comigo ficarei eternamente grata!!!

    Um abraço…

    Resposta
  16. sandra

    preciso do email.da RITA pois tenho uma filha c diabetes tipo1 e me enteressei pelo tratamento homeopatico,as vezes ficamos tristes pois tem dias que esta tudo bem e tem dias que mundo vai desabar e sei que DEUS esta juntinho de nós por favor RITA entre em contato o miais breve que vc puder

    Resposta
  17. rita de cassia

    ola pessoal vcs tem q procurar um endocrino homeopata q trata com homeopatia ,quem tem convenio veja no livro orientador q tem homeopatia…no meu tem varios ok

    Resposta
  18. Fernanda

    Olá, Rita e demais amigos,
    O comentário da Karin, de 28/07/08, foi super pertinente.
    Realmente o período chamado de “lua-de-mel” é muito comum em pacientes tipo 1 recém-diagnosticados, eu também passei por isso, achava que estava curada, e não era bem assim.
    Não podemos ser radicais, mas todo e qualquer medicamento homeopático se propõe a auxiliar um tratamento, não pode substituí-lo totalmente (principalmente no caso de uma doença crônica como o diabetes).
    No caso do seu filho em particular, você mencionou que o médico impôs uma dieta bem rigorosa, que restringe todos os tipos de carboidrato. Isso já foi apontado como o melhor tipo de tratamento, acreditem, e era a única solução até a década de 20, antes da descoberta da insulina. O que acontecia era que as crianças com esse tipo de diabetes morriam naquela época, não da diabetes somente, mas também de desnutrição.
    Além disso, é um erro corrigir a glicemia apenas quando essa passa de 220. Não é à toa que a glicemia ideal passou de 120 para 99 há alguns anos atrás. Acontece que os pesquisadores descobriram que diminuir a média de glicemia de 120 para 100 diminuía o risco de complicações em 30%, aproximadamente. Você imagina o quanto esse risco pode aumentar se seu filho mantiver índices na casa dos 200…
    Isso é só para tomarmos cuidado, queridos.
    Se alguém quiser mais esclarecimentos, pode entrar em contato comigo. Sou diabética tipo 1 há 21 anos, profissional de saúde, pesquisadora na área e trabalho no Ministério da Saúde: fernanda.laranjeira@hotmail.com.
    Abs,

    Resposta
  19. Karin

    Oi Rita! Tudo bem?
    Rita, não te desencorando quanto ao uso da homeopatia que é excelente, mas quando o problema é diabetes, e quando o mesmo está avançado, é essencial o uso de insulina! Converse com um endocrinologista especialista em diabetes.
    Um grande abraço,
    Karin

    Resposta
  20. Karin

    Olá Fernanda! Tudo bem?
    Excelente o seu comentário sobre a homeopatia e sobre o período remissivo!
    Sou diabética há dois anos e somente agora estou conseguindo controlá-lo de forma adequada!
    Um grabde abraço,
    Karin

    Resposta
  21. Lia

    Boa noite!

    E parabéns pela tua históra, cada um com seu fardo, mas creias tudo tem a sabedoria de Deus.
    Mas o importante em tudo isto é que você está driblando a situação direitinho e com muita sabedoria.
    Talvez hoje o mundo, as pessoas até mesmo os próprios orgãos municipais, governamentais estão se preocupando com as doenças que levam tantos a óbitos, por falta de um acompanhamento mais consciente e adequado já que os números são alarmantes. Não diferente na população de idosos, mas sim atingindo ao mais jovens.
    Estou auqi para te perguntar, lógico que já deves ter ouvido falar da farinha de banana verde. Reportagem esta passada no Globo Reporter, um estudo feito pela USP, sobre este rico alimento. Na época intitulado “farinha de banana verde, esperança para os diabéticos.
    http://video.globo.com/Videos/Player/Noticias/0,,GIM895162-7823-FARINHA+DE+BANANA+VERDE+E+ESPERANCA+PARA+DIABETICOS,00.html
    Por ser um alimento rico e principalmente por não possuir glutem também, traz vários benefícios à saúde. Sou mãe de três lindas moças, e jamais estaria falando isto para você se não tivesse conhecimento de tal assunto.
    Se puder entra no site do G1.com.br, no link ciência e saúde e pesquise sobre a farinha de banana verde.
    Depois quero um retorno seu sobre o assunto, mal tenho certeza que não vai et fazer.
    Fica aqui meu apresso e um abraço no desejo que continues assim iluminando, o caminho de muitos com teus depoimentos,
    esclarecedores, pois um ser não se conta pela sua riquesa material, mas pelo o que ele pode passar para o seu próximo,
    mesmo que sejam suas dificuldades de não aceitação, seja este qualquer problema. Este passa a ser uma solução ou o caminho para o olhar para traz e ver que tem muitos iguais ou com um certo níve de dificuldade ainda pior.

    Meu abraço menina, ficas com Deus e muita luz em teu caminho.

    Lia…

    Resposta
    1. Luciana Oncken Autor do post

      Lia, eu vi este Globo Repórter na época e achei bastante interessante, mas pelo que entendi ainda está em fase experimental. Não sei se já tem para vender em algum lugar. Vc sabe? Beijos.

      Resposta
  22. Eveline

    Eu tenho diabetes tipo 1 desde que eu tinha 10 anos, hoje estou com 15 anos.
    O diabetes é uma luta dificil todo mundo sabe disso, qndo eu descobri foi um choque p/ minha familia, mas eu pensei se é p/ ser que seja fui e estou forte na minha luta.
    Quando eu fiquei sabendo que estava com diabetes quase morri pois minha glicemia estava a cima de 1000 mg/dl, fui internada na mesma hora, só que o que foi mais estranho p/ mim foi q minha mãe no meu lugar q chorou e eu q segurei a mão dela…
    Hoje tenho 15 anos nunca tive nenuma compliçação médica por causa do diabetes.
    Então o que eu tenho para dizer não adianta se revoltar ou não querer o diabetes pois ele está aí, olha só uma dica os produtos dietéticos são mto melhores q os convencionais…
    Bjs e espero q dê tudo certo…

    Resposta
  23. Dreca

    Boa tarde,

    Pessoal por favor me ajuda, tenho uma irmã de 12 anos que tem diabetes há 2 anos, ela anda muito irritada, não se dá bem com ngm , ela pede pra morrer e tudo mais.
    Estamos passando ela no psicologo mais não esta dando certo..
    Gostaria muito de tomar essa dor pra mim, pena que não consigo.
    Comprei um ovo da páscoa Diet pra ela, ela ficou feliz..

    Resposta
  24. marina pascueto

    Olá a todos, bom quem tem diabetes sabe que não é uma doença facil e sabem como dá vontade de voar no pescoço daqueles que falam: olha se voce não controlar voce terá problemas no futuro…! Dá vontade de mudar de medico porque eles entendem a doença mas não a complexidade da dificuldade pra nós. Tenho 17 anos, sou bonita modestia a parte, tenho diabetes desde os 3 anos. Hoje em dia gosto de beber, sair muito, mas tudo tem um preço, já fui para o hospital duas vezes embriagada por ter diabetes a situação piora podendo entrar em coma. Mesmo não podendo eu bebo moderadamente, me policiando a semana toda por um dia no final de semana. Mas enfim, minha diabetes sempre foi descontrolada, os resultados altissimos, minha visão as vezes embaça, e comecei a ter perca de proteina na urina. Minha médica me disse que se não começasse a tomar jeito perderia meu rim daqui 5 anos. Ter diabetes já é dificil, sem um rim então pelo amor de Deus. Entao comecei mudando atitudes pequenas, como fazer corrida que sempre gostei pois nao sou magra e vivo em constante luta contra meu peso. Pra fazer esteira eu precisava fazer o teste, e depois também, por curiosidade queria saber quanto estava quando acordava, quanto tava depois do almoço… bom digamos que depois de mais de 14 anos de doença eu comecei a fazer o basico, exercicio e medir a glicose do meu sangue, quando está alto eu corrijo na hora, são mais frequentes minhas hipos do que as hiper… isso reduziu a emoglobina glicosilada de 10 que é altissimo para 7 que eu achava impossivel alcansar, ainda preciso reduzir mais, porém é um grande progresso pra mi que só vinha piorando,e o melhor de tudo é que depois de tantos anos de bronca eu comecei a ganhar elogios, chore mesmo, voce nao tem culpa de ter diabetes, mas já que não tem jeito faça o minimo que os resultados aparecem. Eu sinseramente não sei como é viver sem diabetes como alguns, e nao foi por isso que foi facil pra mim, ainda não é. Mais pensa pelo lado bom, eu as vezes uso ele como desculpa. Aproveita que essa não é uma doença que mata, viva com ela, poderia ser outra pior! E sabe aquela frase que certamente te falam : Só depende de voce. ? Olha não tem solução mesmo. E acredite, se voce quiser voce consegue!
    E se alguém que tem diabetes quiser conversar comigo eu agradeço, pois não tenho ninguém que entende na pele do assunto!

    Resposta
    1. Mariana Torquato

      Meus exames não é os melhores e minha médica e minha mãe me cobra muito, eu tbm corro e amooooo, todo domingo é de lei, eu tbm bebo mais nunca fiquei bebada minha mãe sempre coloca medo, fui tira carteira de motorista queeeee issoa mulher lá falo muito, que eu não posso dirigir por muito tempo, que no meu caro sempre tem que ter comida

      Resposta
  25. Mariana Torquato

    Eu tenho 18 anos agora, minha mãe descobriu que eu tinha diabetes quando eu tinha 6 anos, foi muito difícil descobri, eu era muito magra e tinha só barriga,os médicos falava que eu era mimada que eu não tinha nada, até que minha mãe me levou em uma endocrinologista e ela disse que eu tinha, se minha mãe demorasse mais pra descobri eu poderia ter entrado em coma porque de manhã minha glicose abaixa muito e a noite não tinha insulina no meu organismo, depois eu fiz um acompanhamento e não tenho nenhum problema relacionado ao diabetes.

    Resposta

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s