Contar ou não que é diabético?


A Tânia deixou um comentário, na semana passada. Ela contava que havia descoberto a doença muito recentemente e que havia sido convidada para um rodízio de pizza com os amigos. Tinha dúvida sobre como se comportar e sobre o que comer.

Claro que não sou nutricionista, mas uma dica aqui é certa: coma o mínimo de pizza possível, no máximo dois pedaços, e se tiver massa fina (normalmente os rodízios têm). Para compensar, e não ficar com vontade de comer um monte de pizza, coma muita, mas muita salada antes. A salada dá uma sensação de saciedade e você sentirá menos fome.

Fiquei feliz com a resposta de Tânia. Ela disse que foi o que fez e que parecia um coelho. A sua última dúvida era se devia contar às pessoas sobre o diabetes. E eu respondi:

Olha, Tânia, eu falo para todo mundo, mesmo antes de ter o blog, já falava. Depende de você. Caso se sinta à vontade com o distúrbio, fale. Mesmo porque, até desperta nas pessoas aquela preocupação de fazer um exame para conferir a saúde. Mas, prepare-se para várias perguntas. E as mais diversas reações, principalmente, as de pena, que irritam um pouco. Se gosta de privacidade, não fale. Por outro lado, quando você fala, as pessoas passam a respeitar as suas escolhas à mesa, sem achar que é frescura sua.

E quanto a vocês, leitores? Vocês contam ou não que são diabéticos? Qual é a reação das pessoas?

7 ideias sobre “Contar ou não que é diabético?

  1. Fernanda

    Tânia, eu também falo pra todo mundo… Se não falar logo de cara as pessoas que estão ao meu redor logo descobrem porque me veem fazendo minhas glicemias todo o tempo…
    Na época que ainda tomava insulina injetável (sem a bomba), não havia problema em tomar em qualquer lugar se fosse necessário, e assim já foi no metrô (em pé), no ônibus, na rua, no ponto do ônibus, na sala de aula, no trabalho…
    Isso nunca foi limitação. Acho que era no comecinho, porque eu era criança e não sabia de nada, mas há muito tempo não é mais problema para mim. A gente tem que assumir: isso é parte da nossa vida! Se os amigos te chamam para ir num rodízio de pizza, vai! Você é diabética, mas não está morta! rsrsrsrs….
    Se quiser conversar mais: fernanda.laranjeira@hotmail.com.br

    Bjo grande! Tudo de bom!

    Resposta
  2. Nilziane

    Oi Tânia gostaria de ter essa coragem que tens … sou diabética a 5 anos, tenho 16 anos … ainda naao criei coragem de contar a meu namorado que tenho o disturbio.
    Não sei se é vergonha ou sei la … choro todos os dias por não conseguir conversar com ele. Ele é super querido todos me dizem que ele vai entender e me apoiar mas mesmo assim me sinto insegura. Esta semana vou tentar contar tenho que ter forças pois não sei a reação dele , tenho medo, que ele nao me entenda , namoramos a 5 meses e eu ainda nao falei desse problema que sofro, fui para o hospital esses dias , ele foi me visitar mas mesmo assim não quiz que ele soubesse. Todos me dizem que eu teria que ter contado desde o primeiro dia pois eu tenho que conviver com isso querendo ou nao, pra sempre vai estar comigo. Me falaram que alguma hora pode me dar uma crise mais seria e eu estar com ele , e ele ficar sem reação, surpreso ou assustado sem entender nada. Gostaria muito que ele me entendesse e me apoiasse, estou sofrendo muito com isso espero ficar bem e ter o apoio que eu quero.
    Obrigada precisava desabafar… eu volto a escrever dizendo qual foi a reação dele torçam por mim !
    Beijooos queridas & queridos !

    Resposta
    1. Luisa

      Ai lindinha, vc é como minha filha, ela tem 14 anos e é diabética, não quer nem que se fale sobre o assunto, não mede glicemia na frente dos amigos, nem aplica, mas todos sabem q ela é diabética, no começo é difícil pq as pessoas não entendem a doença, mas explicando certinho, tudo fica bem, pq ele vai entender que vc não tem limitação nenhuma, só tem que controlar sua glicemia, e vc é mais doce, precisa de mais amor e carinho, beijos…

      Resposta
  3. Karin

    Oi Nilziane!

    Sabe, um relacionamento é feito de verdades….uma hora ele vai saber, vc querendo ou não. Deixe tudo às claras, se ele ficar com vc é pq te ama de vdd e gosta de vc pelo q vc é!

    Bjsss

    Karin

    Resposta
  4. Pedro

    Sem problemas para contar… Mas normalmente eu espero conhecer as pessoas um pouco melhor.
    exeto em um caso;
    Sou praticante de Motociclismo e costumo andar em autodromos e estradas em alta velocidade, então neste caso em especifico, eu aviso as pessoas que estão comigo que sou diabetico e que tenho as instruçoes para emergencia em meu bolso.
    Eu acho questão de segurança as companias saberem do disturbio, já precisei algumas vezes de um doce e minha namorada planejadamente tinha um “escondido” na bolsa.

    Resposta
  5. giovannigouveia

    Num mundo que todo mundo fica lhe oferecendo carboidrato o tempo todo, se eu não contar que eu sou diabético eu morro 🙂

    Resposta

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s