14 ideias sobre “Bom número

  1. Anderson da Silva Gonçalves

    Minha glicemia de jejum hoje estava 190, sendo que ontem estava 71. Pra mim, eu consideraria 109 de jejum, não bom, mas toleravel. A minha muitas vezes está abaixo de 50 ou acima de 200 logo pela manhã. Tenho de acertar a dose da insulina e o lanche noturno.

    Resposta
  2. Karin

    Oi Lú!
    Realmente a sua glicada está excelente!!!!!!!!! Parabéns!!!!!!
    A minha glicada está em 6,2, fiquei mto contente com o resultado.
    Eu queria poder manter as minhas glicemias sempre normais, mas, como a minha médica sempre me lembra, é mto complicado p um diabético tipo 1 conseguir tal façanha, mas o controle ainda é possível. Às vezes a minha glicemia, pela manha, fica entre 50 a 120, fico contente com estes valores.
    Um grande abraço,

    Resposta
    1. Luciana Oncken Autor do post

      Oi, Ka! Acho que como tipo 2, eu estou mal acostumada. E como a minha meta, passada pela minha médica, é de até 90 de jejum, fico irritada quando está acima. Vc tb está de parabéns em relação a sua glicada. Beijos.

      Resposta
  3. Sandra Lira

    Olá Luciana, vejo que está bem.

    Não tenho blog, mas tenho medo.
    Fui ao médico e ele me disse que estou com pré diabetes, uns dizem que isso não existe, que isso é diabetes tipo I, bem, o negócio é o seguinte: quando ele me disse isso, comecei a chorar, pois não sabia nada da doença. Minha reação foi surpreendente até pra mim. Senti muito medo, foi como se o médico tivesse me dito que vou morrer em 1 mês. Depois de muitas pesquisas na net, vi que não é nada disso e que as pessoas podem conviver com a doença.
    Gostaria que você contasse como foi pra você saber que estava com diabetes.
    Se já fez esse post, me indique para que eu possa ler.
    Beijos e muito obrigada pela atenção.

    Resposta
    1. Luciana Oncken Autor do post

      Olá, Sandra!

      Não tenha medo. O medo é natural, mas a medida que vc vai conhecendo a doença, melhora. Vc tem pré-diabetes. Não tem blog, mas tem sorte, porque ainda dá tempo de reverter este quadro aí. Fiz uma matéria para a revista Saúde, um especial sobre diabetes, e o tema da minha matéria foi justamente pré-diabetes. O título era Sinal Amarelo!.

      Converse com o seu médico. Faça 30 minutos de caminhada ou outra atividade física por dia, consulte um nutricionista que possa orientar a sua dieta, que deverá ser fracionada de 3 em 3 horas. Provavelmente, você tenha de tomar algum medicamento, depende da conduta do médico (às vezes metformina). Acalme-se, informe-se e viva.

      Espero ter ajudado.

      O link em que eu falei sobre como descobri a doença é: https://vivercomdiabetes.wordpress.com/2006/11/21/diabetica-eu/

      Resposta
  4. MARGARETE

    Oi Sandra,pré-diabetes existe sim , minha filha tem também e dá para levar uma vida normal é só seguir o tratamento médico .
    Eu sou diabética desde os 8 anos de idade e minha filha tem 19 anos ,também fiquei triste ao saber que ela estava com pré-diabetes . Mas a vida é assim mesmo! E vamos levando .

    Resposta
  5. MARGARETE

    Oi Luciana tudo bem? Sua glicada está baixa mesmo! Que bom isso mostra que você está tendo um bom controle .
    A minha estava menor que 7 que é o indicado ,não me lembro exatamente quanto, mas minha glicose em jejum oscila muito tem dia que está baixa e tem dia que está alta .
    bjs

    Resposta
  6. Anderson da Silva Gonçalves

    Sandra, pré diabetes nada mais é que um sinal de que nosso pâncreas já esta ficando debilitado devido aos maus hábitos alimentares, e coisa e tal. Realmente existe sim, e se a pessoa se tratar a tempo com certeza tem grandes chances de não adquirir o diabetes. Mas uma dieta menos prejudicial a saúde com certeza deverá ser seguida pelo resto da vida pelo portador do pré diabetes, senão o pancreas poderá vir a ficar totalmente debilitado e depois será nescessário o tratamento com medicação. Nós diabéticos ficamos preocupados, na verdade preocupadíssimos, com outros que venham a ter a doença e possam sofrer pela falta de informação. Se você só foi desta vez ao médico, procure outros, e converse com um nutricionista, com certeza o pré-diabetes, se for o seu caso, precisará de uma atenção especial, e tratamento muito semelhante ao do diabetes. Mas isto é só um que especialista pode dizer. Pode ser que você nem tenha diabetes. Mas olha, como diabético gostaria de dizer a você que estou muito feliz com o estilo de vida que minha doença me obrigou a levar. Sou do tipo 1 e aplico insulina, já me acostumei, nem dói tanto. Furo o dedo umas oito vezes por dia, mas eu gosto de fazer as medições em casa, praticamente nem sinto dor nas picadas. E olha que eu tinha um pavor enorme de agulhas. Fique tranquila que diabetes não impede ninguém de ser feliz. Veja a Luciana, aqui do blog. Parece infeliz?

    Também conto minhas experiências com o diabetes em um blog que criei esses dias, então vou aproveitar pra deixar aqui o endereço, e se quiserem dar uma olhadinha estará a disposição. Será uma honra pra mim receber como meus primeiros leitores, diabéticos, ou não diabéticos, que passaram primeiro por aqui!

    O endereço é: http//diariodiabetes.blogspot.com

    Resposta
  7. Anderson da Silva Gonçalves

    Ah, gostaria de dar os créditos ao “Viver com Diabetes – Blog”, pois foi e está sendo de grande ajuda pra minha melhor aceitação da doença ouvir as histórias tanto da Luciana quanto dos leitores aqui do blog que deixam seus comentários. Isso ajuda muito, e me deixa mais tranquilo tmb com relação ao convívio com diabetes, pois sou novo na praça, não vivi os meus melhores e piores anos ainda como diabético, e se não soubesse que pessoas como a Luciana e outros vivem muito bem até hoje, depois de anos de doença, com certeza ficaria bem mais preocupado. E vale lembrar que a vontade de criar um blog sobre diabetes surgiu daqui!

    Então, mais uma vez, deixo o meu carinho e agradecimento a Luciana, autora de um blog tão completo e edificante como este. Agradeço tmb aos comentaristas do blog que compartilham suas experiências e que me ajudam tanto, valeu a todos, grande abraço!
    Unidos somos mais! Não é verdade?

    Resposta
    1. Luciana Oncken Autor do post

      Oi, Anderson. Fiquei até emocionada. Eu é que agradeço a presença de pessoas como vc, como a Margaret, a Karin, a Fernanda e tantos outros que compartilham essa experiência. Tenho cinco anos de diabetes, mas sempre parece que foi ontem que surgiu. Acredite: ainda estou me acostumando. Parabéns pela inciciativa. Vou colocar o link do seu blog. Beijos.

      Resposta
  8. Fernanda

    Oiêeee!
    Faz tempo que não posto nada…
    Estou adorando isso aqui, hein, realmente vocês são demaisss!!
    Em breve vou precisar um pouquinho da ajuda de vocês, estou iniciando as pesquisas para o meu projeto de doutorado e precisarei da alguns voluntários para responderem a um questionário. Nada demais! Como vcs são assim tão maravilhosos (uauuuu!) tenho certeza de que poderão me ajudar e muito.

    A glicada: minha menor chegou a 5,2, mas a última estava 5,5.

    Mas, assim como a Karin falou, também ainda não consegui manter as taxas normais SEMPRE! Hoje pela manhã estava 57, primeiro dia da mestruação! Ninguém merece…

    Bjos

    Resposta

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s