Gravidez e diabetes: a chegada do Lucas (2)


…continuação

Mas quem disse que havia vaga na Pro-Matre? Não tinha. E eu quase implorei, porque meu sonho sempre foi ter meu filho lá, porque foi lá que eu nasci. Mas não tinha jeito. Não tinha vaga de jeito nenhum. E eu até chorei. E o pior, minha médica disse que não tinha vaga na Santa Joana, nem no Einstein… e conseguimos no São Luiz.

Toca sair da região da Av. Paulista para o Itaim em plena hora do rush, eram 18h30. Pegamos um trânsito danado. Minha médica chegou a me ligar para saber onde eu estava porque ela já estava a minha espera. Chegamos por volta de 19h15. E ela estava me esperando na porta. Me pegou pelo braço e falou: “essa moça tem de fazer a ficha urgente porque já está em trabalho de parto”. Mas eu estava tão calma, tão calma…

Meu marido correu para contratar foto e vídeo, ali mesmo. Dali, fui direto fazer os últimos exames. Quando senti que poderia ser naquele dia, tomei o cuidado de não tomar mais insulina, porque sei que após o parto os índices glicêmicos despencam. Estava tudo em ordem. Fui para o centro cirúrgico. Tomei a anestesia, mas já me sentia meio anestesiada. Não conseguia acreditar que o Lucas já estava chegando, assim tão apressado, escolhendo a data do nascimento, a maternidade, o horário. No fim, foi tudo do jeitinho dele.

Meu marido entrou alguns minutos depois, todo paramentado. Os olhos brilhavam curiosos, de alegria, excitação. O procedimento começou e ele não se contentou em ficar atrás dos panos, foi ver a cirurgia. Logo, eu escutei: “ele é cabeludo”. E o meu marido ia e voltava, eufórico. E puxa daqui, empurra dali. O Lucas chegou! O relógio marcava exatamente: 20h36.

Minha médica o pegou nos braços e, quando ele ia começar a chorar (ele demorou um pouquinho), e ela ia mostrá-lo para mim, a neonatologista o levou correndo embora. Fizeram todos os procedimentos e já mediram a glicemia dele (porque há risco de bebês que nascem de mãe diabéticas terem hipo ao nascer).

E eu só ouvia, emocionada, seu forte choro vindo da outra sala. Tranquilizei-me porque meu marido mantinha os olhos brilhando de felicidade o tempo todo.

A espera estava me deixando eufórica, senti falta de ar. Finalmente, o trouxeram para um rápido encontro. Queria poder amamentá-lo ali mesmo, queria ficar com ele e não soltar mais. Não dá para descrever a emoção. É impossível.

Fui para a recuperação e segui para o quarto cerca de uma hora e meio depois do início do parto. Duas horas depois, ele voltou para os meus braços e eu pude amamentá-lo como eu tanto queria. E o espertinho já veio com o bocão aberto.

Soube que ele já havia tomado leite artificial, no copinho, enquanto eu estava na recuperação. Isso para não ter hipo. Tudo bem, nem tudo é como planejamos. E se era para o bem dele…

Fiquei com ele duas horas, namorando aquele rostinho lindo, inchado, que eu tanto esperei para ver.

No dia seguinte, minha glicemia começou a ser monitorada. Com a amamentação, só precisava tomar insulina rápida para correção. E não era sempre. Tomei o café da manhã com gosto. Pensei: mesmo que a minha glicemia suba um pouco, agora sou só eu, não vou prejudicar meu filho. Cada picada, uma surpresa. Mesmo quando estava com níveis um pouco acima, era muito pouco, frente ao que eu tinha comido, ainda mais considerando-se que eu não estava tomando praticamente nenhum tipo de medicamento.

… Continua

****

PS. A Margarete perguntou como está a cicatrização dos pontos. Está ótima, tirei os pontos na terça-feira passada. Já está totalmente cicatrizado por fora. E olha que eu fui bem abusada. No dia seguinte já estava abaixando para pegar coisas no chão, levantado da cadeira com o Lucas no colo, andando quase reta. No nono dia, peguei o carro para levá-lo ao médico… E já quase recuperei meu peso. Falta 1,5 kg para perder.

21 ideias sobre “Gravidez e diabetes: a chegada do Lucas (2)

  1. roberta

    nossa LU me emocionei com seu post,que maravilha deve ser unico esse momento estou louca pra ter meu filho tb ,mal posso esperar .fico muito feliz por vcs , parabens, parabens mesmo mamae .
    beijus

    Resposta
  2. Fernanda

    PARABÉNS!!!!
    Assim como a Rô, também fiquei emocionada com o seu post. Boa sorte, querida, e que Deus te abençoe nessa nova fase da sua vida, tão feliz e surpreendente…
    Um beijão!

    Resposta
  3. Margarete Godoy

    Oi Luciana a vinda de um filho é uma emoção mesmo!
    Que bom que está tudo bem, fico feliz. Fiz cesárea também, e meus pontos cicatrizaram bem também, lembro-me de ter tido hipo na madrugada após o parto.
    Que Deus abençõe sua família!
    Beijos

    Resposta
  4. Greta Mello

    Olá, Luciana, tudo bem?

    Também sou jornalista e trabalho em uma revista voltada aos diabéticos. Pesquisando assuntos na internet achei o seu blog cheio de conteúdos interessantes. Por meio dos seus relatos e dos comentários dos seus leitores me sinto mais próxima e preparada para escrever matérias sobre o tema. Achei muito interessante o seu post sobre o Iphone e o programa Diabetes Log. Podes me dizer onde consigo mais informações sobre esse programa? A quem ele pertence? Dei uma pesquisada e não achei nada concreto.

    Desde já agradeço a atenção e aguardo retorno assim que possível.

    Parabéns pelo seu blog e pela chegada do Lucas.

    Um abraço,
    Greta Mello
    Porto Alegre (RS)

    Resposta
  5. Anderson da Silva Gonçalves

    Olá Lu! Quanto tempo, hen! Meus parabéns!!! Vejo que está tudo bem contigo e o filhão, que bom!

    Estive meio sem inspiração pra postar, por isso fiquei longe da blogosfera por estes dias. Mas estou de volta, tudo de bom pra você e o Lucas. Fica com Deus!

    Resposta
    1. Luciana Oncken Autor do post

      Oi, Anderson! Pois que a sua inspiração volte com tudo. Quero te indicar para fonte de uma matéria sobre pessoas que utilizam ferramentas de internet para falar sobre diabetes. Posso? Está td ótimo com o Lucas, graças a Deus. Só preciso postar mais, mas estou sem tempo. beijos

      Resposta
  6. Karina Lima

    Luciana,
    Gostaria de agradecer pela indicação da sua ginecologista…
    Eu adorei.. Ela me deu tanta atenção que fiquei até me sentindo culpada quando sai e encontrei a sala cheia.. Acho que estava precisando de uma ajuda como a que ela me proporcionou. Marquei inclusive com a Cintia.
    Só queria te agradecer muito. Acho que agora vai.
    Karina Lima.

    Resposta
    1. Luciana Oncken Autor do post

      Karina, que bom que vc gostou. A Fernanda, a Cintia e a Alessandra foram meus anjos-da-guarda, mas como disse é sempre muito pessoal a escolha do médico. por isso tomei todo o cuidado. Consulto-me com elas há uns oito anos, antes mesmo de ter diabetes. E sempre senti confiança, o que é essencial na relacão médico-paciente. Boa sorte!

      Resposta
  7. Margarete Godoy

    Oi Luciana tudo bem?
    Como está o Lucas? Espero que estejam bem!
    Bom controle está mais ou menos, parecia que ia melhorar, mas voltou a oscilar. Semana passada fiquei 3 dias sem conseguir dormi, não sei se de estresses ou por causa da tireóide, já estou com pedido de exames pra fazer para ver como ela anda.
    Bjs

    Resposta
  8. Maria de Lourdes / Mãe de diabética e Avó muito feliz

    Luciana,
    Faz muito tempoque não entro no seu site.
    Como vai o Lucas? Deve estar com 2 anos e pouco. Acertei?
    Meu neto (Túlio), filho de minha filhas diabética “Renata”, também, está bem, graças a Deus.
    Aliás, ele é lindo, diga-se de passagem…
    Dia 22.01.2012 vai fazer 2anos.
    Cuido dele quase todos os fins de semana e pela manha, para a minha filha poder tratabalhar.
    Ela também é jornalista, mas o mercado é complicado aqui em Brasília. Então, ela faz uns trabalhos avulsos.
    Parabéns para você e para o Lucas. Deus os abençoe e encha de saúde aos dois.
    Lourdes

    Resposta
    1. Luciana Oncken Autor do post

      Oi, Maria de Lourdes! Tudo bem com você? Que delícia a sua visita aqui no blog! Sim, você acertou, ontem o Lucas completou dois anos e quatro meses. E o Túlio já vai fazer dois anos? Essa fase é muito gostosa, né? Muitas descobertas. No domingo, foi a apresentação dele de final de ano da escola. Fiquei emocionada. Voltei a trabalhar em setembro. Aqui o mercado também não está fácil. Consegui um de meio-período. Acho ótimo porque assim posso curtir o meu pequeno. Parabéns pela sua dedicação! Um bom final de ano. Um Natal incrível de bom e um 2012 ainda melhor. Saúde, saúde, saúde. Beijos, Luciana.

      Resposta

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s