Informação é coisa séria! Blogs têm de ser responsáveis.


Lembra outro dia, que publiquei um post falando sobre os novos blogs que têm surgido? Tenho mesmo presenciado um boom, e acho interessante quando a proposta é diferente, criativa, mas, acima de tudo, quando traz informação séria.

Este “velhinho”, aqui, o Viver com Diabetes, que este ano completa quatro anos, fica muito feliz quando nasce um novo blog. Mas fica triste quando vê um “colega” trazendo informações equivocadas. Estou me referindo a um blog surgiu ontem, mas não vou colocar o link por enquanto. Tenho esperanças que as informações sejam corrigidas, para só então divulgá-lo.

Nós, blogueiros, temos de ser responsáveis ao passar uma informações, principalmente se for uma informação técnica. O melhor é buscarmos fontes seguras, como sites de associações e sociedades médicas. Ou, então, fazer como a Nicole, do Minha Filha Diabética. Achei bem bacana, e até já quis fazer isso por aqui, mas faltou tempo, que foi convidar especialistas para falar sobre o tema. Isso é serviço! Parabéns, Nicole. É isso que uma mídia social deve fazer.

Tenho sempre o cuidado de não responder dúvidas técnicas, oriento sempre a pessoa a buscar um profissional. Quando coloco informações mais técnicas, procuro indicar a fonte. São cuidados básicos para a nossa credibilidade.

30 ideias sobre “Informação é coisa séria! Blogs têm de ser responsáveis.

  1. Nicole

    Obrigada pela indicação!
    E quando eu falar alguma besteira, por favor, me corrija ou me diga onde achar a informação mais adequada, tá !!!!
    Um beijo!

    Resposta
  2. roberta

    LU eu tb acho muito bom encontrar blogs que trazem informacoes sobre diabetes ,eu nao a sou a pessoa certa pra dar informacoes sobre diabetes apesar de viver diabetes 24 horas por dia , estou em um pais diferente e tem muita diferenca no tratamento nao gosto de ficar comparando e tenho que seguir a linha que manda aqui ,mais sou muito curiosa e gosto sempre de saber como sao as coisas ai no Brasil ,noto e peso muita coisa ,no meu blog eu nao escrevo com intencao de informar e mais como um meio de fazer amigos ,um diario, uma terapia ,meio bobo talvez ? rsrsrsrs mais eu gosto de escrever rsrsrs.Agora realmente a Nic esta de parabens pelo blog dela ,e claro o seu tb sempre ,continuem nos informando .
    bjim

    Resposta
  3. Margarete Godoy

    Concordo plenamente com você Luciana, pois o blog é visitado por gente de todas as idades, aí já viu né, uma informação errada pode causar sérios problemas.
    Saúde é coisa séria!
    Beijos

    Resposta
  4. Jo Sene

    Oi Lu, tem razão, hoje em dia blog virou fonte de epsquisa também, pq sempre que procuramos alguma coisa no Google, muitas vezes os conteúdos deles são apresentados. Eu ainda evito passar algo mais técnico, primeiro por ser “nova” no assunto, e segundo pq acaba escrevendo mais sensações dessa nova descoberta do que que qualquer outra coisa…mas vou aceitar a dica e citar sempre a fonte…E por favor qualquer deslize me avisa!! rsrs bjo grande

    Resposta
    1. Luciana Oncken Autor do post

      Jo, escrever sobre a nossa experiência é bom porque não corremos o risco de passar informações erradas. Informações técnicas devemos deixar com especialistas, né mesmo? Beijos.

      Resposta
    1. Paulo Alves

      oi Luciana
      todos nós precisamos de amizades e motivação, principalmente quando somos apanhados de supresa
      com a notícia da diabetes. mas, hoje temos uma série
      de recursos. mais informações, médicos, medicamentos, alimentos adequados e muitos amigos. a vida vale a pena ser vivida na sua plenitude enfrentando com determinação
      os obstáculos que suegem em nosso caminho.
      Jesus disse:”Eu vim para tenham vida e a tenham em abumdância.” Evangelho de João10:10

      Paulo Alves

      Resposta
  5. Marcelo Raydo

    Olá a todos!
    Eu tenho encontrado boas informações e até mesmo apoio moral para continuar minha luta, por causa de muitos de vocês, que inclusive, vejo opinando aqui neste post!
    Quando comecei a escrever meu blog, em uma das minhas primeiras “quedas”, mesmo vocês nem tendo a menor idéia disto, criei corajem e fui a vida por causa, em parte, da opinião de seus preciosos blogs! Estava internado, entristecido e pesquisando, lendo o blog de vocês! Então, além de aproveitar para agradecer a todos, também me coloco como prova viva de que, o que a Luciana escreveu neste post, tem muito sentido!!! Mesmo meu blog não sendo exatamente uma fonte inspiradora sobre a diabetes, pois não tenho capacidade para isto, talves nem intenção, creio que as opiniões dadas, quando se tratam de assuntos técnicos sobre a doença necessitam de seriedade, pois sempre haverá alguém que as receberá como uma verdade absoluta!!!
    Um abraço a todos e desculpem pelo comentário longo!
    Até!

    Resposta
  6. Bernardo Jose Brasil

    Olá a todos. me chamo Bernardo e recentemente descobri que sou diabético. Ainda estou na fase de aceitação dessa condição e sei que minha vida, daqui para frente, vai ter que mudar. Espero que nesse blog encontre informações e histórias que me ajudem a iniciar essa nova etapa da minha vida. Ainda estou meio assustado com isso – sei que hoje é possível conviver com a doença – mas a aceitação dela não me parece ser uma coisa fácil agora. O NÃO TENHO ISSO ainda é muito forte na minha cabeça. E uma insegurança parece que bateu na minha frente quando vi que meu exame glicêmico estava alto pela segunda vez seguida.
    Gostaria de saber, como foi a aceitação de vocês para o diagnóstico da Diabetes, e de que forma, hoje, vocês convivem com ela. Quem quiser falar comigo diretamente pelo meu email ou pelo Messenger, pode me contatar por: bernardobrasil@hotmail.com
    De agora em diante, acessarei também esse blog e pretendo me informar cada vez mais sobre essa minha nova condição. Um agradecimentos a todos que leram essa mensagem até aqui.

    Resposta
    1. Marcelo Raydo

      É Bernardo… triste!!! Não foi fácil e tudo o que vc está passando, acho que todos aqui passaram!
      O momento é de aprender a se cuidar, mas creio que a preocupação não é bem o “Agora”, mas o “Futuro”!!! Pelo menos para mim, é a parte que mais me preocupa! Chegar inteiro no final!
      Desculpem pelo tom pesado… mas este assunto ainda me irrita! Estou com problema no ombro, por causa da diabetes e não consigo, por exemplo, surfar!!! Minha pergunta é: Será que já era?!!! 😦

      Resposta
    2. Alethea Marie Dantas

      Oi, Bernardo!
      Meu nome é Alethea Marie, mas todos só me chamam de Marie e eu fui diagnosticada diabética tipo 2 no dia 5 de setembro de 2003. Sei exatamente o que você está passando, pois o meu processo de aceitação só começou no início deste ano. Antes disso eu me comportava como se não tivesse a doença. Agia como uma pessoa que não tinha essa doença crônica. Até que no início do ano, nos exames de rotina, minha homoglobina glicada deu um resultado que nunca havia dado antes: 8,8%. Foi aí que eu me dei conta do jeito que eu estava conduzindo a minha vida, esta não iria muito longe, no máximo mais uns 5 ou 10 anos, e eu ainda quero viver muitos anos, ou pelo menos o tempo suficiente de ver meus filhos me darem netos. Está sendo fácil??? Não!!! Mas estou me sentindo muito melhor agora. Até peso estou perdendo. Claro que tem dias que a gente desanima, que dá vontade de jogar tudo pro alto e devorar uma enorme fatia de torta de chocolate, principalmente se for daquelas que eu mesma faço (hum, que delícia – rs). Quando isso acontece, eu como uma fruta ou uma barrinha de cereal diet. Pronto, passa a vontade! Nessas horas eu penso no meu pai, ele é o meu maior exemplo. Meu pai é diabético há mais de 20 anos e desde o diagnóstico tem comportamento exemplar. Nunca mais colocou um grão de açúcar na boca. E há mais de 5 anos não usa adoçante. Toma suco, café e chá sem fazer uso de nada para adoçar. Eu tenho 36 anos e preciso tomar hipoglicemiantes para ter uma glicemia de jejum de 90/95. Meu pai tem quase 61 anos e não toma absolutamente nada para ter uma glicemia de jejum de 85/90.
      Você já deu o primeiro passo: buscar informações sobre a doença. O caminho é esse mesmo. A aceitação vem com o tempo. Espero que o seu processo seja rápido e tranquilo.
      Muita força para você!
      Um abraço.
      Marie

      Resposta
  7. Margarete Godoy

    Oi Marcelo, sou diabética desde os 8 anos, é ser diabético ou diabética não é nada fácil, mas temos que nos cuidar pra tentar chegar inteiro até o final como você mesm disse.
    Temos algumas limitações, claro mas dá para ser viver, afinal hoje a medicina está mais avançadas, temos produtos diet, apesar do preço ser caro. Enfim vamos levando.
    você disse que está com problema no ombro, devido ao diabetes, eu também estou, estou fazendo alguns rx, ressonância magnética, o ortopedista está desconfiado de capsulite adesiva (ombro congelado). Ele quer que eu tome antinflamatório, mas não posso tomar por causa da função renal.
    Espero que logo melhore e possa surfar. Não pense assim que já era.
    Abraço

    Resposta
  8. Marcelo Raydo

    Hoje estou especialmente amargo! Talvez resultado de nºs altos de glicemia!!! Hoje estou amargo pq não vejo cura! Hoje estou amargo pq nossa cura não me parece ser suficientemente lucrativa para os laboratórios nos trazerem a cura imediata! Aí me vem uma “gripe suína” de não sei de onde e nego imediatamente descobre a cura!!! Como assim???!!! Desculpem… mas tô cansado.. revoltado e com muito ódio!!!:(

    Resposta
    1. Luciana Oncken Autor do post

      Tem dias e dias, né, Marcelo? Uns mais difíceis… Todos temos nossos momentos. E quer saber? Vou te contar um segredo: também não acredito muito na cura do diabetes tipo 2. Do tipo 1, até acredito. Desculpa, não sei te desanimei ainda mais… Que hoje seu dia esteja melhor. Beijos.

      Resposta
  9. Alice Zerbin

    Olá!
    Meu nome é Alice e sou diabética. Fui diagnosticada logo cedo, tinha apenas 8 anos.Sempre lidei muito bem com a doença, em todos os aspectos.A única e grande questão para mim sempre foi a alimentação.Sempre tive dificuldades em seguir a dieta necessária, e além disso sofria quando tinha que passar alguns dias fora de casa, hospedada em algum lugar que não servisse um cardápio apropriado para diabéticos.Com o tempo passei a pesquisar lugares que sirvam comidas apropriadas para um diabético.No meio da minha pesquisa, encontrei em um blog um projeto que prevê café da manhã adequado para diabéticos em hotéis, motéis e flats. http://www.antoniocarlosrodrigues.blog.br/subprefeito-que-mora-e-vota-na-area-da-subprefeitura-tem-vinculo-maior-com-a-populacao/ Gostei muitíssimo da proposta, e acho importante divulgá-la para que os diabéticos fiquem sabendo que estamos caminhando para cada vez mais estarmos não sofrermos em função de nossa doença.
    Por meio da internet já obtive muitas informações que me ajudaram muito a enfrentar melhor minha doença, e acho que divulgar uma ação com essa é essencial, afinal, nunca tinha ouvido em um projeto como este, nem aqui, nem em algum outro lugar do mundo.Quem sabe nosso pais não será pioneiro em um ação com essa!
    Obrigada,
    Alice.

    Resposta
  10. Alice Zerbin

    Olá!
    Meu nome é Alice e sou diabética. Fui diagnosticada logo cedo, tinha apenas 8 anos.Sempre lidei muito bem com a doença, em todos os aspectos.A única e grande questão para mim sempre foi a alimentação.Sempre tive dificuldades em seguir a dieta necessária, e além disso sofria quando tinha que passar alguns dias fora de casa, hospedada em algum lugar que não servisse um cardápio apropriado para diabéticos.Com o tempo passei a pesquisar lugares que sirvam comidas apropriadas para um diabético.No meio da minha pesquisa, encontrei em um blog um projeto que prevê café da manhã adequado para diabéticos em hotéis, motéis e flats. http://www.antoniocarlosrodrigues.blog.br/camara-aprova-projeto-que-preve-cafe-da-manha-adequado-para-diabeticos-em-hoteis-moteis-e-flats/Gostei muitíssimo da proposta, e acho importante divulgá-la para que os diabéticos fiquem sabendo que estamos caminhando para cada vez mais estarmos não sofrermos em função de nossa doença.
    Por meio da internet já obtive muitas informações que me ajudaram muito a enfrentar melhor minha doença, e acho que divulgar uma ação com essa é essencial, afinal, nunca tinha ouvido em um projeto como este, nem aqui, nem em algum outro lugar do mundo.Quem sabe nosso pais não será pioneiro em um ação com essa!
    Obrigada,
    Alice.

    Resposta
  11. Margarete Godoy

    Oi Luciana, tudo bem?
    Hoje tive um dia daqueles estive em três salas de espera, uma para fazer rx da coluna, outra para fazer ultrasson, e outra para mostrar minha ressonancia para o ortopedista, resultado ele quer fazer infiltração em meu ombro, pois to com tendinite, bursite e uma artrose leve degenerativa, coitado do meu ombro. Mas ele quer a autorização do meu endocrino para fazer isso. E lá vou eu essa semana ainda para mais uma sala de espera de médico.
    Sai daqui eram 10 horas da manhã, só voltei a noite, ufa, haja paciencia. E amanhã tenho fisioterapia. E mais ultrasson essa semana.
    Hoje eu falei para meu marido seria tão bom se existisse uma máquina que fizesse todos os exames de uma vez só, e descobrisse logo o que temos, em vez de ficar indo de uma clinica a outra. É rx, é ressonancia, é ultrasson, é exame de laboratório, é mamografia, ai chega!
    Beijos

    Resposta
  12. Joseane

    Oi, Lu. Oi “turminha doce”. Como vão todos?

    É Lu, esse assunto é mesmo muito sério. Razão pela qual decidi fazer o blog apenas com receitas, minhas experiências e coisinhas mais amenas. Deixo para os especialistas o papo técnico. Cada macaco no seu galho, né? Espero que as pessoas tenham bom senso quando postam seus artigos e que os que leem também tenham bom senso de pesquisar em vários lugares e trocar idéias com pessoas mais experientes. Fiquem a vontade para me corrigir, não me ofendo com facilidade e aprender para apreender é sempre bom.

    Ando meio sumida da net por conta da minha mudança de casa. Minha reforma finalmente terminou e já me mudei. Só hj ligaram a net. E de resto, Lu, td. bem? Como estão as coisas por aí? Ainda curtindo o príncipe em período integral? E como vai o Lucas? Beijo.

    Resposta
  13. Margarete Godoy

    Oi pessoal tudo bem?
    Ando meia desanimada, pois a cada mês tenho exames pra fazer e agora então nem se fala. Agora tenho que procurar um reumatologista, por causa do meu problema com o braço. E minha glicose anda oscilando. É uma rotina, médico, exames, médicos, exames…ufa! ando meia cansada.
    Oi Luciana você disse que está curtindo o Lucas, é maravilhoso mesmo né?
    Eu to curtindo muito ser avó, minha neta tá linda!
    Beijos

    Resposta
    1. Luciana Oncken Autor do post

      Oi, Maite! É a voz do povo… rs… fico muito feliz em ser confiável. Sou jornalista e trabalhava com médicos. Por isso procuro ter muito cuidado com o que posto aqui. Volte sempre. Beijos.

      Resposta
  14. Estudante

    Então eu vou dizer o seguinte qdo eu descobri que tava com a breguetis, eu descobri por acaso num AMA.

    Fiquei 5 dias só indo lá e toma soro com insulina e me sentindo um tanque de combustível… depois que passei num médico gente fina ele se tocou que precisava me passar medicação né?

    Mas faltava a medicação o que podia e não? E o Pânico….consulta no médico que iria me dar o tratamento? 2 MESES depois…

    bem o pessoal lá do AMA foi bem gente boa e depois de uma pressão em cima do centro de especialidades adiantaram para 10 dias depois (nada mal hummm?).

    Até lá eu não podia perder tempo e busquei a internet, aqui descobri este site e outros. Além de achar um site com uma dieta quebra galho até passar no médico e ai sim ele passar a medicação e a dieta correta.

    Alias este site me salvou a vida pois estava com quase 500 e cai só usando a medicação de forma incorreta (não sabia na época) e esta dieta consegui cair para 180-200 (ainda alta, mas para qto estava…). Foi a minha sorte, alais…

    Hoje com tratamento correto estou na casa dos 71 e sem usar insulina mais hehehe 🙂 E vou começar a retirar parte das medicações pq estou ficando hipo já heehe 🙂

    Valeus ae

    Resposta

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s