Cansei de ser diabética… Pode? Não. Pode não.


Desculpe a minha ausência, minha falta de respostas, estou em falta com vocês. Estou bem, super bem. Curtindo cada instante, cada conquista do meu pequeno Lucas. Esquecendo-me por um momento que sou diabética… ainda estou naquela lua-de-mel, que sei que um dia termina… Resolvi focar um pouco mais no Lucas. Quero aproveitar esses momentos com ele, este poder estar perto. Por isso, diminui, por um tempo, e talvez este um tempo ainda se estenda um pouco, as minha entradas no blog, na internet de um modo geral. Também estou reavaliando um monte de coisas na minha vida. E decidindo o que será depois… a seguir. Afinal, chegará o momento de trabalhar novamente.

Outra coisa, sinto-me até mal de escrever isso, mas acho que vocês já sentiram a mesma coisa, é que cansei de ser diabética. Sei que isso não é possível, porque também não é possível deixar de ser… mas cansei! E por um tempo quis me sentir como uma pessoa que não tem diabetes… E parar um pouco de escrever sobre o assunto tem sido bom. Claro que não deixei os cuidados com a doença. Só parei um pouco de mergulhar no tema todos os dias, o tempo todo.

Esse “cansar de ser” vai passar… eu sei que vai… mas eu não estou triste, nem deprimida, só estou de porre do diabetes, sabe? E aí eu volto com tudo. Preciso desse tempo. Mas quero que este espaço continue a ser de vocês. Quero seus comentários. Quero que vocês façam esse imenso favor de manter vivo este blog, conversando por meio dele. Há muito este blog deixou de ser meu. Ele é de todos que aqui entram, ele é de vocês. Ele é em prol do diabetes.

Até mais! Até sempre!

Beijos.

21 ideias sobre “Cansei de ser diabética… Pode? Não. Pode não.

  1. Nicole

    Apoiadíssima……
    Pode cansar sim…. eu também canso. Mas não pode parar de cuidar….

    Aproveite bem o Lucas e suas realizações por aqui!
    Continuamos por aqui também!!

    Beijo

    Resposta
  2. Margarete Godoy

    Realmente cansa, hoje to muito cansada tem acontecido coisas inexplicaveis comigo, não ando bem, não sei o que tenho.
    Curta muito o Lucas sim, mas como a Nicole falou não deixe de se cuidar, fico feliz por você estar bem.
    que tal fazer um blog com outro tema? rsrs, pois gosto do seus posts, apesar de ser sobre o diabetes, e se for de um tema mais alegre então.
    Sabe to tendo alterações esquisitas na glicose e ninguém descobre. Tudo começou com uma hipo horrível que durou cerca de 5 horas, mesmo eu ingerindo algo doce. Depois ela começou a subir com valores de 440,542,397,311,410,297,300… e assim tá a cinco dias, quando tomo a lantus ela cai, e quando injeto a humalog ela nem se move ou demora horas para baixar já fiquei até sem jantar por causa disso, liguei para meu médico ele disse para aumentar a dose da lantus e da humalog, e continua a mesma coisa, fui ao hospital mais próximo e lá chegando o médico que me atendeu disse que não podia responder as minhas perguntas que ali era um pronto socorro e que eu procurasse meu endocrino, só que meu endocrino estava viajando. Fiz contato com ele só por telefone.
    Aí resolvi eu mesma investigar, fiz um hemograma, um tsh e urina tipo 1, no tsh estava normal e na urina tipo 1 também normal só apareceu +++ de glicose e + de cetona, já no hemograma os leucócitos estavam 11.000 e repeti no dia seguinte outro já estavam 15.000. Levei o resultado a três médicos e todos falaram a mesma coisa que poderia ter ai um quadro de infecção mas que não tinha certeza pois em outros lugares do hemograma estavam normais.
    Ah e o frasco de humalog que eu tinha aberto a pouco dias estava com o líquido leitoso e o líquido da humalog como todos sabem é transparente. Minha dúvida é se eu tomei a humalog estragada sem saber ela pode ter feito esse estrago no meu organismo? eu criei resistencia a humalog por causa disso?
    Amanhâ farei mais exames. Não aguento mais fazer exames e não obter resposta.
    Beijos

    Resposta
    1. Luciana Oncken Autor do post

      Que pepino, heim, Margarete. É, ser diabético exige mesmo paciência. Haja paciência, né não? E ânimo para enfrentar cada etapa… E esse atendimento aí que vc teve, onde já se viu? Puxa, a gente fica realmente decepcionada com essas coisas. Ô, gente! Médico é médico em qualquer lugar, no PS ou no consultório! Quanto a outro blog, estou mesmo pensando… tenho já dois, que estão parados, além deste aqui. Não sei se vc já os visitou: um é o “Vila das Palavras” – http://viladaspalavras.wordpress.com (este foi o meu primeiro blog na verdade, o endereço original é o http://viladaspalavras.zip.net) e o outro é o “Vilinha das Palavras” – http://vilinhadaspalavras.wordpress.com, sao as histórias do meu cachorro, contadas por ele. Se quiser ler outras coisinhas que escrevi, apareça por lá. Será uma honra! Saúde! Beijos.

      Resposta
  3. Liana

    Bom dia Luciana! Que saudade!
    Nesses anos de diabetes já tive vários momentos de cansar de ser diabética…mas passa!!
    Não vejo a hora da Julia nascer e eu poder curtir ela..como você está curtindo o Lucas. É maravilhoso, não??!!
    Ah! Nós estamos ótimas!! Só esperando a data do parto. rsss. Ainda vai demorar… estou de 24 semanas!!
    Bjs

    Resposta
  4. Mariana

    Oi Luciana
    Meu nome é Mariana e há mais ou menos 1 mês me descobri com diabetes, num exame de rotina… Tenho 24 anos e não apresentava nenhum sintoma, porém o exame não mente.. 257 mg/dl em jejum!
    Assim como você, não estou acima do peso e estou numa idade “estranha” para a diabetes.. mas eu, ao contrário de você, não tenho histórico na família..
    Logo encontrei o seu blog e o revirei de cabeça para baixo.. tentando ver como era a vida de uma diabética e como poderia ser a minha vida..
    Enquanto esperava o resultado dos exames, para ver se era tipo 1 ou 2.. fui aprendendo sobre a doença, injetando insulina diariamente, aprendendo a medir minha glicose, mudando totalmente a alimentação e o estilo de vida (mesmo que só tenha se passado um mês).
    Ontem o resultado do ultimo exame ficou pronto! O famoso anti-GAD!.. só volto no endócrino na sexta-feira, porém, novamente, o sangue não mente, e o anti-GAD 14,8 mg já me deu o atestado de diabetes tipo 1.
    Hoje eu também estou de saco cheio de ser diabética.. de saco cheio do que será o resto da minha vida..
    Mas de alguma forma você deixou este momento mais fácil para mim, principalmente os seus relatos sobre a gravidez.. e de como ser diabética e ser feliz!
    Espero que fique bem, com certeza logo o seu corpo voltará ao ser normal!
    beijos

    Resposta
  5. elisakobay

    Realmente, a gente cansa desta tal diabetes, mas , não se pode desistir, afinal, ela faz parte de nós… mas é apenas uma parte de um todo bem maior! Força para vc!

    Resposta
  6. Regina

    Luciana, li teu comentário e achei bem apropriado, desculpa mas como te disse estou fazendo um trabalho nos blogs e gostei muito do teu, estou analisando os comentários, as participações, pedi para alguns dos integrantes do teu blog participarem de uma pesquisa, fiz algumas perguntas básicas, só para constar no meu trabalho sobre blog, não ouve retorno de nenhum deles até agora, tu que já conheces alguns bem, poderias com a permissão deles claro, me passar alguns emails para entrar em contato para eles participarem dos questionamentos, depois de pronto postarei no teu blog minha análise, estou precisando de participantes, sei que tu queres dar um tempo, mas vê se me ajuda. Beijos Regina

    Resposta
  7. Marcelo Raydo

    Acho que eu já comecei cansado desta história de diabetes!!!rsrsrs
    As vezes não quero lembrar disso e falo de outras coisas, outros sentimentos que me vai na alma, uns bem materiais, outros menos, pois ainda sou eu que estou aqui, o mesmo que ama, odeia, se irrita e ri muito, desde sempre!
    Acho que é isso, não deixar suas paixões de lado, mesmo que as vezes elas sejam um pouco mais difíceis, ou pareçam querer se afastar… Eu to decidido a correr com eles… todos os meus sonhos e desejos!!!:)

    Resposta
  8. Briza Mulatinho

    Luciana,
    Hoje estou super cansada de ser diabética. Acho que a TPM ajuda, sempre ajuda. Pra completar, fiz exame de proteinuria no começo do ano e de zero foi pra 250! Como estava com infecção urinária, minha médica disse pra ignorar esse resultado, porque certamente estava sendo causado pela infecção. Esperei três meses, depois de ficar boa, pra refazer. Tá chegando a hora e tô uma pilha. Hoje, deixei de novo material no laboratório pra ver se a infecção não voltou, nem nada assim… Apesar dos exames de uréia, creatinina, proteína no sumário e até ultrasonografia terem dados normais – ou seja, tudo indica que foi a infecção mesmo – estou com muito medo. Minha médica diz que não preciso ficar assim, meu marido diz que não preciso ficar assim, eu sei que não preciso ficar assim, mas não consigo. Hoje. Depois, passa (espero!) E nessas horas, dá um cansaço medonho ser diabética. Queria muito não ter que me preocupar com nada disso. Mas, vamo em frente. Gosto do teu blog. Também tenho um. Mas, mais sobre temas gerais, porque me deu medo disso de diabetes se tornar uma coisa maior que todo resto. Pelo jeito, não é o que acontece aqui. Beijo!

    Resposta
  9. José Márcio Mucida Couto

    Ei Luciana!
    boa tarde! Meu nome é José Márcio, sou fisioterapeuta e acupunturista. Estava procurando na net resultados da acupuntura na diabetes, eu encontrei o seu blog. Gostei bastante!
    Estou montando um projeto para implementar a Acupuntura a uma clínica voltada a pacientes com diabetes aqui em Belo Horizonte. Nesta clínica há profissionais de várias áreas (endocrinologista, cardiologista, nutricionista, podólogo, educador físico, dentre outros).
    O médico responsável ficou super interessado em acrescentar o serviço de Acupuntura na clínica. Mostrei para ele os resultados que a Acupuntura tem a oferecer, e mostrei também o seu blog, mostrando seu relato de quando começou com as sessões de Acupuntura.
    Na próxima quinta agora, vou me encontrar com ele novamente. Ele me sugeriu a entrar em contato com vc para que eu conseguisse um relato da melhora que a Acupuntura teve em sua vida, não só na diabetes, como também, na qualidade de vida em geral.
    Gostaria muito que vc me respondesse.
    meu email é josemarcio85@hotmail.com
    desde já muito grato
    José Márcio

    Resposta
    1. Ana

      Oi, José Marcio!
      Boa Noite! Eu resido em BH, onde fica o seu consultório? Tenho interesse em fazer acupuntura, vc atende quais convênios. Até!

      Resposta
  10. Briza Mulatinho

    luciana, vi não sei onde aqui no teu blog, que você acredita numa possibilidade de cura pra diabates tipo 01. por que? eu queria tanto! mas, não sei se acredito. talvez, por medo de criar uma falsa esperança, sabe? tem essa história das ilhotas, né? eu queria me informar mais. só que acho que é pra casos em que haja uma dificuldade de controle maior que a minha. minha última hemoglobina glicada deu 6.4 e minha médica acha muito bom. fazia tempo que eu tentava ficar com menos de 7.0 e não tinha jeito, ficava 7.0, 7.3… agora, acordo de madrugada, meço e tomo insulina quando preciso, porque sempre aumenta muito de manhã, por um fenômedo que esqueci o nome e que pode acometer qualquer pessoa (diabética ou não) fazendo com o corpo produza glicose perto do amanhecer. fui premiada! =) enfim, fiquei esperançosa quando li que vc acreditava nessa possibilidade e querendo saber mais! =)
    beijo grande.

    Resposta
  11. Ana

    Oi, Pessoal!
    Eu sou Ana, tenho diabetes tipo I, faz 11 anos. Também estou cansada de ser diabetica, mas graças a Deus, como iz a Briza, isso passa. Estou com a glicose um pouco descompensada, parei com o uso de anticoncepcional há 3 meses e estou com vontade de engravidar, mas estou com muito medo, insegura. Infelizmente, cada dia fico mais preocupada e insegura, pq estou acima do peso uns 5 quilos e não consigo emagrecer e nem controlar a glicose. Me passa algumas dicas?

    Resposta
    1. Luciana Oncken Autor do post

      Oi, Ana! Minha dica é que vc deve procurar o endocrinologista e o obstetra antes de engravidar para planejar tudo direitinho. Se tiver o acompanhamento de um nutricionista, melhor ainda. Vc tem que colocar o seu diabetes nos eixos, ter bons controles, para então engravidar. E aí é controle em cima de controle, força de vontade… mas quando a gente tem um bebezinho dentro da gente, ficamos mais fortes e queremos protegê-lo, por isso, pelo menos para mim, era mais fácil eu me controlar. Beijos.

      Resposta
  12. Briza Mulatinho

    eu também tô bem acima do peso. mas, tenho conseguido controlar direitinho. aliás, mais do que quando estava mais magra. mas, procurei um médico especialista nessa parte de nutrição, dietas, etc, etc, ele passou vários exames e devo voltar lá no final do mês. acho que independente do peso, a gente tem que tentar comer direitinho, tomar a medicação indicada, fazer os exames da pontinha do dedo e se exercitar. eu sei que é difícil. eu mesma não consigo seguir esse esquema 100%, mas acho que é importante a gente sentir que está fazendo o que pode.
    outra coisa, às vezes, fico disconpensada quando estou muito cansada, estressada ou nervosa ou quando estou doente de algum coisa que ainda não se manifestou, mesmo um simples refriado.
    é importante prestar atenção na gente.
    aliás, isso é importante sendo diabético ou não e é uma lição que tento aprender e apreender todo santo dia!
    =)

    melhoras, ana!

    Resposta
  13. Briza Mulatinho

    ah, pra quem ainda não usa, estou adorando registrar e acompanhar os meus resultados no glicemiasonline.com.br.
    bem melhor que anotar tudo, tudinho! e ainda tem gráficos que ajudam a gente e ao médico a entender melhor.

    Resposta

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s