Nota 9,5!


Hoje fui a minha endocrinologista, a Dra. Cintia, e recebi, digamos assim… uma nota 9,5 pelo resultado dos meus exames.

Ela só disse que devo melhorar um pouco a minha AC1, que deu 6,6.

Vou continuar, por enquanto, sem remédio e sem insulina. Ela recomenda que eu volte a fazer atividade física regularmente e que dê um freio nos carboidratos. Essa duplinha aí é tudo no controle do diabetes, principalmente DM2: atividade física + dieta.

Ela pediu também para que eu faça mais testes diários.

Estou feliz, só recebi elogios.

E você? Tem feito atividade física? E a dieta?

49 ideias sobre “Nota 9,5!

  1. Briza Mulatinho

    é o exame da hemoglobina glicosilada e permite que o seu médico saiba se o seu tratamento está funcionando direitinho ou precisa de ajustes. ele dá uma medida aproximada do controle da diabetes nos últimos 2, 3 meses. o ideal é que o ac1 esteja menor que 7. caso não esteja, você vai conversando com seu médico, ajustando dieta e medicamentos até chegar lá! espero ter ajudado.

    Resposta
  2. Alethea Marie Dantas

    Parabéns, Luciana!!!!!
    É maravilhoso mesmo não ter que tomar medicamentos e controlar a glicemia só com dieta + atividade física!
    Bem, confesso que não tenho feito atividade física, mas a dieta, sim! Deixei mesmo de comer açúcar e espero que desta vez seja definitivamente! Que Deus me ajude a não fazer nenhuma sabotagem. Rsrs.
    Já são 10 meses de dieta sem comer nenhum docinho, sorvetinho, etc… a não ser os dietéticos, é claro.
    Beijão,
    Alethea Marie

    Resposta
    1. Mariana

      comigo não acontece mto isso, acho q pq ainda estou no começo e na lua-de-mel, então só sobe mesmo se eu comer o q não devo.. mas é difícil, as vezes só de comer um pão frances ja vai nas alturas..

      Resposta
    2. Alethea Marie Dantas

      Acontece, sim!
      Por isso é muito importante não ficar estressada! E eu sei que isso não é fácil e muitas vezes não temos como contornar a situação.
      Mas quando isso acontece comigo eu procuro fazer uma atividade física. Tipo uma caminhada na esteira de 30/40 minutos. Isso aí ajuda a reduzir a glicemia e alivia a tensão também.
      Graças a Deus, não tenho tido variação na minha glicemia. Está tudo sob controle, apesar de eu não estar fazendo nenhuma atividade física (preguiça total!). Bjs.

      Resposta
  3. Briza Mulatinho

    pois comigo o emocional acaba interferindo tanto quanto ou mais que a comida… engraçado é que quando tô cansada, cansada só (nem triste, nem aperreada) parece que a insulina não faz o mesmo efeito…

    Resposta
  4. A. Madeira

    Olá Luciana!
    Estou escrever de Lisboa, descobri hoje o seu blogue, sou igualmente diabético, mas felizmente tudo bem, tudo está controlado graças ao exercício físico e a dieta. Fiz agora análises e essa a tal dos três meses(AC1) dá 5.6 e emagreci 10 k ! Estou sem medicação, que maravilha!
    Recomendo a todos os nossos companheiros de doença que pratiquem muito exercício diário e bebam muita água, além de uma dieta saudável.
    Desejo que a Luciana continue a ter bons resultados e, eu prometo, que vou continuar a visitar o seu blogue.
    De Lisboa para o Brasil, um abraço de amizade para o povo irmão.

    Resposta
    1. Luciana Oncken Autor do post

      Olá, Antônio! Boa surpresa esta visita de Portugal. Que honra! Fico feliz que esteja tudo indo bem com vc. Realmente, atividade física é essencial, e basta uma caminhada de 30 minutos por dia! Obrigada e continue a visitar o meu blog. Um abraço.

      Resposta
  5. Adriana Gomes

    Luciana, ainda bem que te encontrei:D
    Sou a Adriana, tenho 21anos e em janeiro deste ano diagnosticaram-me diabetes do tipo1…muito estranho na minha vida pois nao tenho familiares com a doença, o unico que pode ter originado isto foi um momento menos bom na minha vida em que uma relaçao pela qual dava tudo acabou ser nenhuma justificaçao, e eu me fui um bocado abaixo…
    Ja passou muito tempo desde esta minha nova vida ter começado mas continuo sempre com reticencias em relaçao a ela, nao me consigo conformar a viver assim para o resto da minha vida, nao era uma doença com a qual sonhava algum dia ter de lidar…Ja tive muitas consultas para por tudo em dia,tudo normal, mas nao consigo lidar com isto, os medicos so me dizem que esta doença nao tem nada de mal, que se pode levar uma vida perfeitamente normal, que o passo que nos ajuda a enfrentar tudo é a aceitação da doença na nossa vida…mas eu,sinceramente nao consigo aceita-la…sempre que me esqueço de injectar insulina ou sempre que vejo valores elevados de glicemia, fico a pensar no porque de ter ficado assim, no objectivo disto tudo, e hoje foi um desses dias…sinto que nao tenho ninguem ao meu lado que me apoie porque no fundo, os meus amigos e/ou familiares nunca tiveram e so quem a tem ou teve de lidar com ela é que sabe como reagir, sabe o que dizer….sinto-me muito sozinha..e aqui nas pesquisas pela internet encontrei o teu blog e fiquei muito feliz porque sinto que arranjei alguem que me poderia ajudar, nem que fosse ao ler a sua historia de vida…
    Fizeste-me ver que nem tudo esta perdido e queria agradecer-te por isso 😀 muito obrigado:)

    Resposta
    1. Luciana Oncken Autor do post

      Oi, Adriana! Fico até emocionada com o seu depoimento. Aqui, encontrarás, além de mim, outras pessoas para compartilhar a sua experiência, seja ela “boa” ou ruim, com a doença… A Mayra, por exemplo, a Roberta, a Margarete e outras pessoas que passam por aqui. Vcs é que me fazem seguir em frente. Eu é que tenho de agradecê-la por passar por aqui e ler a minha história. Continue aparecendo. Beijos.

      Resposta
  6. Dani

    Adriana, eu tb fiquei diabética tipo 1 sem ter ninguém na família com o mesmo problema. Assim como vc, passei um momento muito difícil da minha vida que pra mim foi o que desencadeou a doença. Mas isso pra mim não foi o fim!!! Muito pelo contrário, a partir do momento que fui internada e saí do hospital com a receita da insulina pra ser aplicada todos os dias de minha vida dali para frente, o que fiz foi buscar uma médica especialista e daí por diante comecei a pesquisar tudo o que podia sobre tudo o que se relacionava com a doença. No começo foi difícil, ajustar as doses de insulina, tinha muitas hipos, mudei de insulina por conta disso, minha alimentação mudou, passei a comer melhor e o mais importante comecei a priorizar as coisas na minha vida. Hoje, depois de 6 anos já convivendo com o Diabetes, falo pra vc, que não tenho receio algum qto à essa doença. Procuro sempre que possível fazer tudo o que é correto (às vezes saio da linha, é claro, mas é exceção não é a regra). Aplico insulina 3 vezes por dia, meço 5 vezes por dia, conto os carboidratos ingeridos, faço os exames necessários, ou seja, não é nada penoso (só estou devendo em relação á atividade física, mas uma coisa eu garanto: atividade física é fundamental!). Isso depende muito da gente. O apoio das pessoas próximas tb é fundamental. Espero que vc busque o caminho certo, assim vc verá que essa doença não é um bicho de sete cabeças… Um grande abraço. Dani

    Resposta
  7. Briza Mulatinho

    adriana, sou diabética há 16 anos. minha vó era diabética tipo 1, que é um pouco diferente e conseguia controlar com medicação e dieta. a minha, aparecer de repente, sem nenhum motivo aparente. tava com peso normal (agora, tô bem acima do peso, mas tentando resolver!!!), ia pra academia todos os dias, comia direitinho… ou seja, não esperava nunca. aí um dia, tava na rua e me dei conta que não estava enxergando nada direito de longe. fui no oftalmo e tudo bem. aí, a minha menstruação chegou bem antes da hora. fui na ginecologista que passou exames de sangue e descobriu. tava 370! a médica amiga da família perguntou se eu tava consciente e todo mundo ficou em pânico. foi uma novidade atrás da outra e nenhuma agradável. mas, hoje convivo super bem com essa história de fazer exames e tomar insulina. nesse tempo todo nao deixei de fazer nada, nadinha que quisesse. tá, nessa lista não vale comer doces sempre que tiver vontade! =) é claro que ainda hoje acontece de me sentir triste e desesperançada, mas, sabe, todo mundo se sente assim, vezequando, diabético ou não.
    precisando, tô aqui pra te ajudar e apoiar.
    não vou dizer que é fácil, porque não é.
    mas é possível.
    olha, qualquer coisa, querendo conversar, me manda um e-mail. vou adorar ajudar no que for possível: briza_mulatinho@yahoo.com.br
    beijão!

    Resposta
  8. Adriana Gomes

    ola…:D estive a ler os vossos comentarios e queria agradecer-vos imenso pelas dicas,sugestoes e sobretudo pela vossa mao amiga neste momento mais chato…Acredito que com o passar do tempo as coisas melhorem,assim como foi convosco,ate la vou mesmo tentar nao ir abaixo (embora as vezes seja mesmo dificil),mas do fundo do coração agradeço-vos imenso…
    podem pensar que nao, mas so o facto de saber que voces têm o mesmo que eu, que conseguiram ultrapassar os obstaculos (com maior ou menor dificuldade) e ainda por cima existem nestes pequenos cantinhos informaticos dispostas a ajudar, nem que seja com umas simples palavras, me fazem sentir uma pessoa melhor, dao-me confiança para nao desistir e sobretudo muita força…
    Com toda a sinceridade possivel, Muito Obrigado 😀

    Resposta
  9. Briza Mulatinho

    adriana, sinto o mesmo que você. desde que comecei a ler o blog e conhecer um pouco de algumas pessoas que passam por aqui, tenho me sentido mais forte pra enfrentar todos os problemas e desafios. beijo!

    Resposta
  10. Dani

    Adriana, sempre me vejo comparando essa doença com outras…Aí que eu agradeço cada vez mais por ter me tornado diabética e não ter tido outro tipo de doença mais difícil de lidar. Afinal de contas o nosso estilo de vida para lidar com o Diabetes, nos leva a ter uma vida mais saudável, e consequentemente não sentimos os impactos da doença. Vc já pensou sobre isso? Bjs.

    Resposta
  11. Briza Mulatinho

    peguei resultado de alguns exames e fiquei meio tristinha. apensar da glicada ter dado 6,3% (a última deu 6,4%) e a glicemia em jejum 102, colesterol e triglicerídeos deram altos. aí, você pensa: pôxa vida, mais essa… e ainda faltam os da tireóide (onde apareceram os nodulozinhos que, segundo o médico, não são nada demais…). e eu sei que isso tá acontecendo porque tô muito acima do peso (foi por isso que procurei o médico novo) e não tenho conseguido fazer exercícios com regularidade. se deus quiser, vou emagrecer e melhorar. mas, hoje, especificamente, tô cansada e sem ânimo. as pessoas não entendem e acham que é besteira, tempestade em copo d´água. que devia era estar feliz pela glicada que continua ali na casa dos 6 e pouco (quando chegou a quase 10…). mas, tem dias em que a gente não consegue, né? é muita coisa, muita carga. e tem horas em que a gente cansa. é isso… talvez seja tpm, sei lá… e vai passar. beijos!

    Resposta
  12. Adriana Gomes

    Dani, secalhar é esse o meu problema…levo um estilo de vida tao a correr, tao sem tempo para nada que me esqueço de por exemplo comer as coisas certas no tempo certo, ter habitos de sono, fazer exercicio…enfim,sempre levei uma vida completamente incompativel para isto e dai se tornar dificil mudar de um momento para o outro!!!!

    oh briza como eu te entendo, melhoram umas coisas, outras pioram…nunca fica como nos queremos… mas nao desanimes, quando deres por isso vai estar tudo bem:D
    bjs*

    Resposta
  13. Miriam

    Oi Briza, ve se não deixa a peteca cair não….como voce disse tem coisas piores. Éa TPM com certeza.
    Eu também sou assim.
    Mas fique certa de uma coisa: Sem atividade fisica não adianta querer ter saúde amiga.Essa regra é até para os não diabéticos!!!! Faça um esforço vai….apenas uma horinha do seu dia.Deus te da 24hs….Se voce tiver FORÇA
    de vontade!!!!!!!
    estou torcendo por voce
    bjos

    Resposta
  14. Briza Mulatinho

    é isso mesmo, adriana, uma chatice!
    mas, tem nada não, hei de melhorar.
    aliás, melhoraremos todas! =)
    fui passear ali na praia a já me sinto mais calma.

    miriam,
    eu tava andando aqui no calçadão, mas comecei a ter muita, muita dor na perna. fui no ortopedista, fiz tratamento e não melhorou. o médico novo passou um exame pra ver se tenho neuropatia diabética, vou fazer terça-feira. mas, acho que tb pode ser o execesso de peso. é uma dificuldade porque saio antes das 7h da manhã e volto depois das 7h da noite, mas tava conseguindo… de qualquer forma, vou me matricular na natação, que não força tanto as pernas e adoro! já marquei dermatologista, só falta isso agora pra começar.

    beijos, amores.

    Resposta
  15. Miriam

    Então Briza vai logo nadar….quem sabe faz a hora….
    Com certeza a dor é sobrecarga de peso….
    Outra coisa : ninguem engorda de vento!!!!!!!!!!!
    Desculpe, eu também estava acima do peso. Emagreci
    em 1 mes 6kg, aumentando a carga diaria de exercicios
    fisicos e esquecendo que existe alimento sem ser integral.
    Musculação é muito importante também. Para nós esses
    2 pontos: atividade fisica+ dieta é crucial, não tem alternativa, temos que nos virar e fazer, para vivermos mais e melhor.

    Resposta
  16. Rodrigo Veloso

    Bom Dia Lu!

    Meu nome é Rodrigo e escrevo de João Pessoa/PB, estive pesquisando na intyernet sobre a doença, visto eu ter descoberto que sou diabético há menos de um mês.

    Estava com um cálculo renal e fui interno para realizar exames e meu sumário de urina deu uma alta presença de glicose (+++). O médico que me atendeu recomendou exames para medir a glicemia e fiquei bastante assustado quando vi que estava com taxa de 300!!! Estou meio perdido, com receio de comer qualquer coisa que contenha açúcar ou se transforme. Gostaria de uma dica sua pra saber como me alimentar. Sei que uma nutricionista pode me ajudar a fazer um cardapio que se adeque as minhas necessidades, mas gostaria de uma dica sua para o café da manhã e jantar!! Obrigado

    Resposta
  17. Miriam

    Oi Rodrigo!
    Voce não foi a um endocrinologista?
    Ele vai te medicar e orienta-lo corretamente.
    A sua taxa de glicose estava elevadissima.

    Resposta
  18. Briza Mulatinho

    rodrigo, fica tranquilo.
    quando fiquei diabética, minha primeira glicemia foi 367 e a médica perguntou se eu estava consciente… e eu tava! só fazendo muito xixi, bebendo muita água e emagrecendo muito (o que achei ótimo… sem saber que era um problema). o ideal é procurar um endocrinologista, porque ele vai te orientar e indicar o medicamento e alimentação adequada. no começo é difícil mesmo, mas você vai se adaptando e vai ficar tudo bem! depois, é que tu procura um nutricinonista, se for o caso e o endocrino achar necessário. eu acho que sempre ajuda… beijo e boa sorte.

    Resposta
  19. marileusa

    tenho diabetes convivo muito bem com ela sou sempre parabenizada pelos meus medicos pois estou spmpre muito bem j tomo remedios mais nao tenho outros problems mais seios sou felis porque aceitei a doenca com dignidade ela jamais vai me derrotar eu a derroto primeiro quem quizer falar mais sobre a doenca e so me procurar boa sorte a todos vcs

    Resposta
  20. Paula Ramos

    Olá Luciana,

    há algum tempo venho acompanhando seu Blog e hoje resolvi postar um comentário.
    Na verdade acho que é mais um desabafo…
    Tenho Diabetes Tipo I há 16 anos. Tinha 10 quando descobri.
    Nunca fui “revoltada” com a situação… desde criança aceitei bem.
    Hoje já não sei mais como é não ser diabética! rsrss
    A rotina da aplicação da insulina e dos destros já fazem parte de mim.
    Nunca deixei de fazer nada por conta do Diabetes.
    Aos 12 anos entrei para o movimento escoteiro, aprendi a conviver com o Diabetes entre atividades mateiras e radicais! Entendi que nção precisava ser diferente dos demais. Aprenderam a lidar com alimentação diferenciada! rsrs

    Enquanto era criança/adolescente o controle parecia mais fácil… depois de entrar na vida adulta, com trablho, faculdade, vida corrida e com poucas opções saudáveis de alimentação no cotidiano o começou a ser mais dificil.

    Vi os comentários aqui do blog. As pessoas parecem tão bem controladas, com bons resultados nos exames, parece que seguir uma alimentação é fácil…

    Ando com muita dificuldade no controle da minha glicemia. Oscila muito, muito mesmo, ora hipoglicemia, ora hiperglicemia. Em Abril fiz um mochilão e acompanhei os destros em um blog aventurasdepulinha.blogspot.com

    Minha hemoglobina glicada está em torno de 8,5. Minha principal dificuldade é na alimentação e na falta de execicios fisicos.
    Entrei recentemente num academia dessas especiais para mulheres. E tem sido legal.

    Agora quanto a alimentação ainda tem sido muito dificil.
    Tenho vontade de comer doces. E tenho momentos de comer descontroladamente. As vezes fico dois/três dias na dieta bonitinha…. aí desanda e como, por exemplo, um pacote de bolcaha inteiro de uma vez! rsrs

    Como vocês fazem pra manter bons controles?
    Para se manterem fiéis às dietas e à atividade física?

    Abraço!

    Resposta
  21. Briza Mulatinho

    Paula,
    sou diabética tipo I há 16 anos como você e pra mim também não é fácil… O único jeito que consegui pra baixar a glicada depois de anos tentando, foi fazer vários exames por dia e corrigir qdo dá mais alto com humalog… tento fazer exercícios e tem épocas que consigo, épocas que não. agora a minha meta é emagrecer e emagrecer muito! engraçado que não tenho essa loucura por comida… e descobri que tvz tenha um problema na tireóide que tenha ajudou a ganhar peso. não sei ainda. mas, tô tentando. acho que é isso que a gente tem que fazer: tentar o melhor que se pode! acho que pra algumas pessoas o controle é mais fácil mesmo. o meu sempre foi complicado e tenho que ficar em cima o que é extremamente cansativo, mas vamo em frente!

    beijo!!!

    Resposta
  22. Paula Ramos

    Oi Briza,
    obrigada pela resposta.
    Realmente o controle é cansativo.
    Eu tenho desanimado um pouco sabe, parece que faço, faço , faço e as coisas não melhoram, e ainda quando passo na médica parece que ela acha que faço de propósito saca?! rsrs
    Não sou diabética porque quis…

    Mas enfim… é a vida bola pra frente tentando fazer o que se pode.
    Eu também preciso emagrecer! 10kg! Engraçado que eu nunca tinha engordado tanto como agora… de uma hora pra outra.
    Mas os exames de tireoide estão Ok…

    Sempre tive dificuldade de fazer atividade fisica. Mas agora entrei naquela academia Contours só pra mulheres sabe?
    Ainda não deu resultado, acho que faz 1 mes. Mas pelo menos to conseguindo manter uma frequencia melhor e to gostando da academia! acho que já é um passo.

    Fiz meus exames essa semana e segunda volto na minha medica. Minha glicada deu 8.9 😦

    Beijo!

    Resposta
  23. Briza Mulatinho

    paula, é uma chatice mesmo e às vezes eu me sinto muito cansada e desanimada também. mas, acho que todo mundo é assim, diabético ou não? o problema é que mesmo cansada e desanimada, a gente tem que continuar prestando atenção. afe… mas, vamo em frente, fazendo o melhor que a gente pode. porque acho que isso que importa e cada um sabe seu limite. não é fácil, nem simples, mas fazer o quê? minha médica também fala umas coisas que acho meio absurdas… teve uma vez que fiz uma dieta sem carboidratos (com orientação dela) e ela achou que minha glicemia ia diminuir muito. só que aconteceu o contrário: aumentou. ela só me disse: “isso não pode acontecer”. sim? e o que eu posso fazer? é minha culpa? ela achou que eu não tava fazendo direito? e eu me lascando sem comer NADA de carboidrato. é muito chato. enfim… força pra gente, né? e sorte! =P beijo.

    Resposta
  24. Miriam

    Hei meninas……é isso ai, não vamos esmorecer nunca jamais…..Atividade fisica e ziper n boca é tudo…queiramos
    ou não. O que importa é estarmos VIVAS…..junto de pessoas que amamos, fazendo atividades, fora comer
    e beber….1h por dia é o que basta de algum exercicio fisico…!!!!Garra moçada!!!!!!!

    Resposta
  25. Mariana

    é isso mesmo Miriam!
    O negócio é aceitar a doença e não comer o que não pode e pronto!
    Eu agradeço a Deus todos os dias por termos insulina que salva as nossas vidas.. não sei se vocês ja viram a história da insulina, procurem no google e vejam a foto do primeiro menino que aplicou insulina! (Leonard Thompson)
    Aquela foto é o meu maior motivador!
    Nós diabéticos tipo 1, se tivessemos nascido há 50 anos, provavelmente morreríamos mto cedo, antes mesmo de aparecerem as complicacões.. iríamos definhar e morrer desnutridos, pois o corpo não absorveria nada que comemos!
    Então o mínimo que podemos fazer é aceitar a doença e comer o que pode e fazer exercício físico sempre que der..
    Eu tbm tenho mta preguiça, e mta vontade de comer doce. Mas qdo elas vem eu penso como quero estar daqui a 20, 30 anos, então a vontade e a preguiça vão embora..
    Mta força pessoal, a gente consegue!
    bjos

    Resposta
  26. Marcia Nogueira

    Olá, meu nome é Marcia, estava na internet pesquisando sofre diabetes e encontrei seu blog, adorei agora tenho alguém para compartilhar. A seis meses descobri a diabetes, comecei a emagrecer, fome, sede e tudo mais, fui ao médico e me foi diagnosticada diabetes tipo 2, embora atípica porque tenho 27 anos, não era obesa e não tenho caso na família, fiquei muito angustiada, preocupada e comecei o tratamento com medicamento e dieta. De fevereiro pra cá não estava mais conseguindo controlar meus níves de glicemia e continuava a emagrecer ao todo perdi 17 kg e voltei ao médico quando então ele me falou que o meu caso poderia ser diabetes tipo LADA, (nunca tinha ouvido falar disso antes) e que ele aumentaria mais um medicamento mas que a evolução seria para o uso de insulina. Até estes ontem tudo isso pra mim era monstruoso, usar insulina não aceitava, mas percebi que essa é a oportunidade de mudar minha vida de cuidar mais de mim, de ter uma boa alimentação praticar atividade física…. se no dia de amanhã eu tiver que tomar insulina tudo bem. Estou escrevendo porque assim como eu acredito que vocês também tiveram estas angústias esses sofrimento e deram a volta por cima e levam a vida normalmente com os cuidados que a diabetes requer. Quero ser assim também, que como você escreveu Luciana a doença não vai ser o centro da minha vida, já que tenho uma família linda, uma filha chamada Mariana de 3 anos que é minha paixão e um marido que me apoia.
    Parabéns pelo blog, só queria contar minha história e poder tornar amiga de todos (as) vocês.
    Um grande beijo.

    Resposta
    1. Luciana Oncken Autor do post

      Márcia, que bom ter vc por aqui! Olha, tinha o maior medão de insulina. Na gravidez, fui obrigada a tomar. Tirei de letra! Quer saber? Acho até melhor que remédio, pq vc consegue ter um controle mehor. Se é LADA, devia partir para insulina já! Olha, vc fez o ANTI-Gad para confirmar tipo 1 LADA? Seria interessante. Veja mesmo como uma oportunidade de se cuidar mais, viu? Passe sempre por aqui. Beijos.

      Resposta
  27. Briza Mulatinho

    Márcia, sou diabética há 17 anos, tomo insulina todos os dias – várias vezes por dia =) – e vivo contente e feliz. a diabetes não é o centro da minha vida, como não vai ser da sua. vai dar tudo certo. beijo bem grande e boa sorte.

    e, sim, claro. tive e tenho de vezenquando dias de sofrimento e angústia. mas, pensa bem, quem não tem?
    =)

    Resposta
  28. Marcia Nogueira

    oi Briza, obrigada pela força, e realmente quem não tem estes dias né. Mas tudo bem vai dar tudo certo sim, eu acredito nisso.

    Obrigada beijos

    Resposta
  29. Ana Carolina de Assis

    Olá Luciana,

    Parabéns pelo blog! Eu sou jornalista e estou fazendo uma matéria sobre Diabetes e Qualidade de Vida. Essa matéria será veiculada em uma revista chamada Panorama Cardiometabólica,que conta com um público leitor de profissionais da área médica. Gostaria de saber se podemos fazer uma entrevista (pode ser via email). Seriam perguntas sobre o seu dia-a-dia e também sobre sua iniciativa de criar o blog.

    Aguardo retorno
    Grande Beijo
    Ana Carolina de Assis

    Resposta

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s