Fantástico acompanha diabética tipo 1. Faltou bater no governo, que não cumpre seu papel


Drauzio dá orientações para Aline no terceiro episódio da série

Ontem, o Dr. Drauzio Varella falou sobre uma garota que descobriu ser portatora de diabetes tipo 1 e depende do governo para ter tratamento e insumos necessários. Foi triste de ver aquela menina tão perdida. Ficou meses tomando medicamentos que não faziam efeito para o seu tipo de diabetes, já que ela é tipo 1. Isso agravou seu quadro. A garora estava magrinha, magrinha. Resultado das altas taxas de açúcar no sangue. O médico que a atendeu no SUS achou bom o número de 191 em jejum para a glicemia da moça. Como assim?

Depois, perceberam que o tratamento com medicamentos não estava surtindo efeito e ela começou o tratamento com insulina, pouca orientação e nenhum acompanhamento… Resultado: glicemia para mais de 500! Não houve acerto da dose, nada. Fico pensando como está essa moça hoje (o programa foi gravado há um ano).

O programa mostrou um diabético que não depende do SUS e o quanto ele gasta com a doença. Teve gente que estranhou a aparição do tal senhor, mas acho que foi para fazer um contraponto. Imagine se a Aline e tantas outras pessoas que dependem do SUS teriam grana para bancar o tratamento e tudo o que ele exige?

Concordo com as pessoas que acharam o episódio um pouco superficial, talvez pudessem ter batido mais no governo. Mas, no geral, achei bom.

12 ideias sobre “Fantástico acompanha diabética tipo 1. Faltou bater no governo, que não cumpre seu papel

  1. MAYRA

    GENTE FICO MUITO TRISTE SABENDO QUE DIABETICOS QUE DEPENDEM DO SUS, PASSAM TANTA COISA RUIM E PRINCIPALMENTE NAO DEVEM TER INFORMAÇOES. VOCES VIRAM A LISTAGEM DE INSULINA QUE O GOVERNO ESTA OFERECENDO? AS MELHORES NAO TEM NO PROGRAMA. COMO ASSIM? ACHO UM DESCASO.
    HOUVE UMA REPORTAGEM QUE NAO SEI SE VOCES VIRAM SOBRE UMA MOÇA QUE HAVIA CONSEGUIDO A BOMBA DE INSULINA BEM COMO O MATERIAL DESCARTAVEL E INSULINA ATRAVES DO MINISTERIO PUBLICO E HA QUASE 3 MESES NAO RECEBIA O MATERIAL DESCARTAVEL. EU SOU USUARIA DA BOMBA E SE NAO TROCAR O CATETER, O RESERVATORIO E A INSULINA DE 3 EM 3 DIAS PODE DAR INFECÇAO. E ELA JA ESTAVA ESSE TEMPO TODO ESPERANDO O GOVERNO COMPRAR, PODE?
    UM GRANDE ABRACO

    Resposta
  2. Cássia

    Também achei meio superficial. Eu estava pensando que seria mais esclarecedor em relação aos direitos dos diabéticos e não aconteceu. Sou DM2 e realmente o gasto com a doença é muito grande. Acho que a medicação que o governo está fornecendo ainda é pouca, e a orientação falha na maioria das vezes. A medicação e os insumos são direito de todos. Todos os diabéticos.

    Resposta
    1. Luciana Oncken Autor do post

      Oi, Simone! Este aqui é o vovô dos blogs de diabetes… rs… Velhinho, foi o primeiro pessoal sobre o tema, o criei em 2006. Tenho de atualizar a minha lista de blogs e aí coloco o seu. No último ano, surgiram vários e eu acabei não dando conta de atualizar. Parabéns pela sua iniciativa também. Muito bom! Beijos.

      Resposta
  3. Simone

    A propósito da reportagem do Fantástico, é isso mesmo, enquanto diabéticos e tantos outros doentes crônicos esperam meses por medicação ou atendimento, a Dilma é atendida no Sírio Libanês. Por que ela não agendou consulta no SUS??

    Resposta
  4. Cristiane

    Os diabéticos dependentes dos SUS estão entregues à própria sorte. É um descaso total, falta tudo, medicamentos, insumos, médicos especialistas. E ainda o governo gasta, dinheiro público em benefício próprio em propagandas enganosas. Medicamentos de graça pela farmacia popular? Já levei minha receita, em uma farmácia popular, com prescrição de Insulinas Lantus e Humalog e obtive a seguinte resposta “Esses medicamentos não estão na lista de medicamentos disponíveis”, ou seja, propaganda enganosa se fosse aquilo que realmente eles anunciavam “medicamentos gratuitos para diabéticos e hipertensos” todos, todos os medicamentos eram para estar disponíveis. EU entrei com um processo para conseguir a insulina Lantus pelo governo, um belo dia recebo um telefonema falando que o processo havia sido aprovado e que eu podia pegar o medicamento na farmácia da prefeitura, peguei os 3 refis da insulina e fui para casa, passados 40 dias fui buscar novamente a insulina a resposta do responsável pela farmácia “seu processo não foi aprovado, não temos insulina para você”. Como assim, não foi aprovado inclusive eu já havia entrado com o processo para a renovação do pedido, então falei “eu quero minha insulina, caso vocês não me entreguem até o final da semana irei levar o caso ao fórum”. No dia seguinte eles me entregaram a insulina. O que me leva a concluir que os diabéticos não conhecem os seus direitos. Um amigo meu disse quanto foi com sua receita na farmácia popular e o atendente “este medicamento não consta na lista dos disponíveis” e meu amigo rebateu “a propaganda fala medicamentos de graça para hipertensos eu sou hipertenso e quero este medicamento vai lá e busca para mim”, e o atendente “você deverá pesquisar na internet a lista de medicamentos disponíveis e pedir para o seu médico mudar o seu medicamento para um daqueles que é atendido pelo programa do governo” e meu amigo novamente rebateu “o médico já me passou o melhor medicamento para o meu caso, o governo não conhece meu tratamento não sabe o que é melhor para mim. O meu médico sabe e ele me receitou este por favor pegue o medicamento para mim”. O atendente “infelizmente não podemos fazer nada”. Meu amigo pegou a receita e foi embora, ele expôs sua indignação para o atendente, mas teve que comprar o medicamento.
    bJS
    Cristiane

    Resposta
  5. Belkiss Marcório

    Boa noite a todos!
    Acho que todos temos uma certa indignação e revolta em relação ao governo. Em Goiânia, tem pacientes que estão há 3 meses sem insulina, eu estou há 2 meses sem tiras para fazer glicemia capilar. Conversando com um médico, ele disse que ministério da saúde passa para o estado, que passa pro município, mas fica registrada a falha da cidade. O prefeito e o secretário da saúde tem que ser interpelados judicialmente no ministério público.
    Quem tem condições para bancar o tratamento faz, e quem depende do SUS?

    Resposta
  6. Marcia Mirom

    Prezados,
    Concordo com tudo o que foi escrito, mas discordo em culpar os parlamentares, a Dilma ou quaisquer órgãos públicos por este descaso com diabéticos. Explico: outro dia estava conversando com um senhor diabético, negro e semi-analfabeto, ou seja, representante de grande parte da população brasileira. Ele me disse que havia votado no Tiririca e eu perguntei porque. “Pior do que o que tá, não fica”. Invelizmente é assim que muitos brasileiros diabéticos pensam. Porque será que os aidéticos conseguiram tantos benefícios? A resposta é simples: eles se uniram! Em São Paulo um aidético plenamente saudável devido ao “coquetel” tem direito a andar de ônibus de graça e um diabético quase cego, quase em diálise e que não consegue emprego por causa das complicações não tem direito algum! E assim vai uma série de outros direitos. Ôpa, aquele grupo é desunido, portanto nós podemos fazer o que quisermos. Estou falando bobagem? Então porque será que a Luciana não consegue publicar no site de nenhuma entidade de diabéticos, ou porque será que nenhum outro blogueiro diabético não posta nos blogs da Luciana? Um grande exemplo: porque a ADJ é tão inimiga da ANAD? Por favor me desculpem, mas para quem reclama do governo e ajudou a eleger os representantes que aí estão, estas pessoas não merecem nem o Osama como presidente…

    Resposta
  7. Daniela

    Olá Marcia!
    Qdo fiquei diabética usava a NPH, tinha que comprar meu aparelho, minhas fitinhas…ou seja…tudo! Passava mal com a NPH e precisei mudar pra Lantus…muuuuuuito mais cara! Se a minha situação já estava difícil, ficou mais ainda! Fui então procurar meus direitos! Não foi fácil…como nunca é né! Tive que contar com a ajuda da minha mãe pra ir nos mais diferentes lugares e escutar os mais diversos desaforos…que faria qualquer um desanimar logo de cara! Mas, somos teimosas…continuamos na nossa busca! Até que chegamos ao local correto e falamos com a pessa correta! Tudo isso Márcia, buscando pra MIM! Chegamos a Promotoria Pública, foi montado o processo…porém o promotor me falou: seu processo está prontinho, porém não podemos trabalhar em nome de 1 pessoa apenas, temos que trabalhar para um grupo de x pessoas… Aí conversei com a minha médica que encaminhava todos os pacientes diabéticos que tinha para a Promotoria Pública… Tendo o nº necessário de pessoas, foi dada a entrada do processo que no final conseguimos que a prefeitura passasse a fornecer a insulina Lantus não só pra mim…mas PARA TODOS OS DIABÉTICOS DO MUNICÍPIO!!! Depois começamos a ter problemas no fornecimento das fitinhas…fizemos uma ação pra isso…CONCLUSÃO: HOJE A PREFEITURA FORNECE TUDO O QUE PRECISAMOS! INSULINA LANTUS, HUMALOG, APARELHO, TIRAS, AGULHAS na quantidade necessária prescrita em receita médica!

    Hoje tenho um blog também http://www.diabetesedai.blogspot.com, que tem uma lista gigante de outros blogs sobre diabetes, inclusive esse da Luciana. Sempre estamos em contato, um participa do blog do outro…um apoia o outro…e sempre procuramos passar mensagens positivas para lidar bem com a doença. Além disso, fazemos muitas amizades com outros diabéticos e sempre estamos em contato trocando nossas experiências mesmo morando em locais distantes, e sem mesmo nos conhecermos pessoalmente, somos muito unidos!

    Resposta
  8. Sara Antunes

    Olá, eu sou a Sara tenho 21 anos e sou diabetica à 6 anos. Eu sei o que essa menina passou porque comigo foi igual! Quando começaram a aparecer os primeiros sintomas toda a gente pensou que fosse uma anemia, pois é, o que é certo é que numa semana perdi 20kg, fiquei sem ver (temporariamente) entre outras coisas, quando dei entrada no hospital estava com a glicemia superior a 900!!
    Hoje estou bem, tenho uma vida muito saudável e recuperei 🙂
    Por isso a todos os diabéticos, LUTEM!! Eu nao desisti, voces também desistiram 🙂

    Resposta
  9. Pingback: >Diabeticos unidos por um tratamento mais digno. | EU, MEU FILHO E O DIABETES

  10. Gleiciele Graças dos Santos

    Oi sou Gleiciele tenho 28anos e diabetes há 12anos.Minha diabetes é totalmente descontrolada,não tenho ajuda do governo…só pego insulina NPH pelo SUS que para mim não faz muita coisa.Fico me perguntando porque em tantos anos nunca tive oportunidade de conhecer nenhum tratamento novo;sera porque sou negra e pobre.Porque em reportagens que vejo na tv ou leio em revistas falando de tratamentos só vejo gente de situação financeira bem…bem melhor experimentanto esses tratamentos.EU TAMBÉM QUERO,PORQUE ESTOU CANSADA DE PICAR MEU CORPO TRÊS VEZES POR DIA(doi quanto a agulha ja esta velha porque não posso trocar todos os dias),não consigo trabalhar porque o mais baixo que minha glicose fica é 200,meus dentes estão todos quebrados e pobres tenho vergonha de sorrir…e quem vai me ajudar o governo que todos os meses desconta 8% da folha de pagamento de milhares de contribuites?

    Resposta

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s