Arquivo mensal: outubro 2013

Desenvolvimento do #diabetes tipo 2 depende de uma série de fatores. No caso do tipo 1, ainda é um mistério a ser desvendado

Link Novembro Azul >>> http://goo.gl/DBDRbo

Passeando por uma das ruas mais badaladas de São Paulo, a Oscar Freire, chamou-me atenção duas mulheres paradas na calçada numa conversa em tom um tanto alterado. A rua é conhecida internacionalmente pelas lojas de alto luxo, restaurantes top, e frequentadores vip, mas não era nenhum desses o assunto das duas mulheres vestidas em trajes da moda. O assunto era diabetes! Sim, isso mesmo!

Enquanto uma teimava que “Fulana”, conhecida das duas, havia ficado diabética de tanto comer doce e consumir açúcar, a outra teimava que não. Quase me meti na conversa, mas achei que não era de bom tom. A que teimava que era sim o excesso de açúcar que havia deixado tal pessoa diabética argumentava que a taxa de glicose no corpo da pessoa era muito alta, o que demonstrava que ela consumia muito açúcar. E a outra tentava se contrapor. Como estava só de passagem, não sei qual foi a conclusão da conversa. E se a que estava certa conseguiu convencer a outra de que não foi o fato da pessoa consumir muito açúcar que a tornou diabética…

Essa cena ilustra bem como as pessoas pensam. Nós, que vivemos o diabetes no dia-a-dia, ficamos estarrecidos com o diálogo, mas é muito mais comum do que imaginamos. A partir do diagnóstico da amiga, ela pode ter a chance de conhecer um pouco mais sobre a doença. Mesmo que a interlocutora, ali na rua, não tenha conseguido convencê-la, é bem provável que ela chegue em casa, entre na Internet e busque entender melhor sobre o assunto. Esta é a minha esperança. E, quem sabe, ela não cai em um de nossos blogs.

Sabemos que, no caso do diabetes tipo 1, o consumo de açúcar não tem nenhum impacto no fato da pessoa se tornar diabética, já que se trata de uma doença auto-imune. E mesmo no caso do diabetes tipo 2 não seria o consumo exagerado de açúcar, isoladamente, que faria a pessoa desenvolver diabetes. Trata-se de um conjunto de fatores: hereditariedade, obesidade, idade (acima de 45 anos), hábitos de vida (sedentarismo, alimentação inadequada). O fato de a pessoa consumir muito açúcar, pode indicar que ela também tenha outros hábitos não saudáveis, como consumo de exagerado de gordura, vida sedentária, etc. O que pode levar a obesidade e ao diabetes. Enfim, embora o excesso de açúcar não faça bem para ninguém, o caminho que leva ao diabetes tipo 2 não é tão curto, e você tem a chance de mudar a rota antes que seja tarde demais. Por isso, é importante estar por dentro dos fatores de risco, que já foi tema de posts por aqui.

Saiba quais são os fatores de risco:
1. Familiares próximos portadores de diabetes
2. Idade acima de 45 anos
3. Sedentarismo
4. Excesso de peso ou obesidade
5. Circunferência abdominal (mulheres acima de 80 cm e homens acima de 94 cm). Leia post sobre isso clicando aqui.
6. Pressão Alta
7. Colesterol elevado
8. Mulheres com antecedentes de filhos nascido com mais de 4 Kg
9. Diabetes gestacional
10. Ovário Policístico
11. Grupos étnicos de alto risco (exemplo: hispânicos, americanos nativos – índios Pima-, afro-americanos)

Quanto mais fatores de risco presentes, maior é a sua chance de desenvolver diabetes tipo 2.

Tem alguma história sobre o que as pessoas dizem quando você conta que tem diabetes?

Dia Mundial do Diabetes: http://www.diamundialdodiabetes.com.br

Dia Mundial do #Diabetes – origem e história

O Dia Mundial da Diabetes é comemorado todos os anos no dia 14 de novembro. A campanha do Dia Mundial do Diabetes é liderada pela Federação Internacional de Diabetes (IDF ) e suas federações filiadas, no Brasil, pela Sociedade Brasileira de Diabetes (SBD – clique no banner ao lado ou abaixo e seja encaminhado para a página oficial do Dia Mundial do Diabetes no Brasil). Ela envolve milhões de pessoas em todo o mundo em defesa do diabetes e da consciência e informação sobre a doença.

Selo do Dia Mundial do Diabetes

Selo do Dia Mundial do Diabetes

O Dia Mundial do Diabetes foi criado em 1991 pela International Diabetes Federation e pela Organização Mundial da Saúde (OMS), em resposta às crescentes preocupações sobre em razão do avanço do diabetes no mundo. O Dia Mundial do Diabetes se tornou um dia oficial das Nações Unidas em 2007, com a aprovação da Resolução das Nações Unidas 61/225 . A campanha chama a atenção para questões de suma importância para o mundo do diabetes diabetes e se mantém firmemente no centro das atenções do público em todo o mundo.

WDD-Top5-animated-125x125

O Dia Mundial do Diabetes é uma campanha que apresenta um novo tema escolhido pela Federação Internacional de Diabetes a cada ano para tratar de questões enfrentadas pela comunidade global de diabetes. Enquanto as campanhas temáticas são trabalhadas durante todo o ano, o próprio dia é comemorado em 14 de novembro, para marcar o aniversário de Frederick Banting, que, juntamente com Charles Best, concebeu a primeira ideia que levou à descoberta da insulina em 1922.

Diabetes Educação e prevenção é o tema do Dia Mundial do Diabetes para o período 2009-2013

Onde é comemorado?

O Dia Mundial do Diabetes é comemorado em todo o mundo pelas mais de 200 associações membros da Federação Internacional de Diabetes em mais de 160 países e territórios, incluindo o Brasil, todos os Estados Membros das Nações Unidas, bem como por outras associações e organizações, empresas, profissionais de saúde e pessoas que vivem com diabetes e suas famílias.

Como é marcado?

A comunidade global de diabetes, incluindo as associações e a Federação Internacional, membros, organizações de diabetes, ONGs , secretarias de saúde , sociedade civil, indivíduos e empresas são chamadas a desenvolver uma extensa gama de atividades, adaptadas a uma variedade de grupos. Atividades organizadas a cada ano incluem:

– Programas de rádio e televisão
– Eventos esportivos
– Exames de detecção gratuitos para diabetes e suas complicações
– Reuniões de informação pública
– Cartaz e folheto campanhas
– Oficinas e exposições
– Coletivas de Imprensa
– Jornais e revistas, artigos
– Eventos para crianças e adolescentes
– Iluminações de monumentos
– Círculos azuis humanos
– Eventos políticos

Existe um tema?

A cada ano o Dia Mundial da Diabetes é centrado em um tema relacionado ao diabetes. Os tópicos abordados no passado incluíram diabetes e direitos humanos, diabetes e estilo de vida, os custos de diabetes. Temas recentes incluem:

2005: Diabetes e Cuidados com os pés
2006: Diabetes no desfavorecidos e vulneráveis
2007-2008 : Diabetes em Crianças e Adolescentes
2009-2013 : Diabetes Educação e Prevenção

O logotipo do Dia Mundial do Diabetes

Imagem

O logotipo do Dia Mundial do Diabetes é o círculo azul – o símbolo mundial do diabetes, que foi desenvolvido como parte do Unite para a campanha de sensibilização da Diabetes. O logotipo foi aprovado em 2007 para marcar a passagem do Dia Mundial do Diabetes como resolução das Nações Unidas . O significado do símbolo do círculo azul é extremamente positiva . Em diferentes culturas, o círculo simboliza a vida e a saúde. A cor azul reflete o céu que une todas as nações e é a cor da bandeira das Nações Unidas . O círculo azul significa a unidade da comunidade global de diabetes em resposta à pandemia da diabetes.

Fonte: IDF – Federação Internacional de Diabetes – texto traduzido na íntegra

Novembro pode ser de todos, cada um com a sua comunicação!

Sabemos da importância de campanhas de esclarecimento para a população na área de saúde. O diabetes tem tradicionalmente o mês de novembro (e isso é mundial) e a cor azul como identidade visual (também mundial). Um  movimento criado pelo IDF – Internacional Diabetes Federation, que tem parceiros como a Novo Nordisk, Sanofi Diabetes, Lily Diabetes, sem falar no suporte de empresas como Janseen, Astra Zeneca, Bayer, BD, Roche, Pfizer, Merck, Bristol Meyers Squibb, Novartis, Nestle, entre outras. No Brasil. a Sociedade Brasileira de Diabetes, abraçou a campanha oficial desde 2009. Tem um site oficial do Dia Mundial do Diabetes que divulga todas as ações realizadas no Brasil.

Neste mês, os monumentos são iluminados de azul pelo Diabetes. Mas causou-nos surpresa uma campanha lançada por um instituto, tendo apoio oficial associações e instituições fortes e reconhecidas, criando o Novembro Azul, também com iluminação de monumentos, como já é feito há anos para o diabetes, para outra doença igualmente importante: o câncer de próstata. Que fique claro que não somos contra campanhas de esclarecimento, essenciais em qualquer área, nem contra o mês de novembro ser dedicado a outras questões relacionadas à saúde, mesmo porque são muitas doenças para poucos meses.

A questão é que já existe uma campanha mundial do câncer de próstata, cujo o dia oficial é 17 de novembro, e nós fazemos questão de dar o nosso humilde apoio.  Aliás, muito criativa e bacana e até mais ampla, porque busca alertar os homens sobre a necessidade dos cuidados com a saúde. O Movember é um movimento que surgiu na Austrália, em 2003. No mês de novembro, os homens deixam os bigodes crescer para lembrar a importância dos exames de detecção e chamar atenção dos homens para cuidar da saúde. Muito mais interessante, original e bacana do que pegar algo que já existe em outra área, como o Novembro Azul para o diabetes, e mudar o foco. Novembro pode ser o mês de todas as doenças. Além do câncer de próstata e do diabetes, é também o mês do Dia de Combate à Obesidade, dia 27. O que pedimos é que respeitem a nossa identidade visual, o nosso Novembro Azul  para o Diabetes.

Que tal adotar a campanha dos bigodes, que é muito mais bacana e é um movimento mundial para o câncer de próstata?

Links:

Entre no site do Dia Mundial do Diabetes: 14 de novembro

Site da SBD – Sociedade Braileira de Diabetes

Página do IDF

Tem até uma página do Movember Brasil no Facebook, vejam!  

E para quem quiser acessar o movimento mundial, acessem o site do Movember.

Estamos nos mobilizando para ter nosso mês azul e nossa comunicação de volta. Que quiser ajudar, segue o abaixo assinado:

http://www.abaixoassinado.org/abaixoassinados/28468

Blogueiros de Diabetes na SBD

Olha como a equipe de comunicação da SBD descreveu o nosso encontro:

Um encontro para ficar na história da Sociedade Brasileira de Diabetes e do Dia Mundial do Diabetes reuniu blogueiros e equipe do Dia Mundial do Diabetes. Muitas trocas de informações, ideias dos blogueiros e, principalmente, um primeiro passo para futuros encontros, ações, etc. Como mencionado na reunião: todos juntos pelo diabetes.

Participaram do encontro os seguintes blogueiros: Nicole Lagonegro, Ana Claudia Cendofanti, Luciana Oncken, Mark Barone e Debora Gisele.

Pela SBD, o coordenador da campanha, Dr. Márcio Krakauer; a responsável pela programação visual do Dia Mundial 2013, Malu Serraglio; a coordenadora do site e redes sociais do Dia Mundial do Diabetes, jornalista Cris Dissat; webmaster do site do Dia Mundial do Diabetes, Eduardo Frick.

Veja o vídeo com alguns dos principais momentos desse encontro, que aconteceu na sede da SBD, em São Paulo.