Arquivo da tag: 14 de novembro

Dia Mundial do Diabetes, 14 de novembro – Um dia para chamar atenção do mundo

O Dia Mundial do Diabetes, 14 de novembro, está chegando ao fim. Este ano, por meio de nossos canais nas redes sociais, reforçamos o movimento de uma maneira muito alegre, muito positiva, mas sem perder o foco na informação.

Agradecemos a cada um que se entregou a esse movimento, que vestiu o azul, que abraçou essa cor de corpo e alma, que vestiu mais do que uma peça de roupa, que vestiu uma causa.

Colorimos de azul nossos canais de comunicação. Trabalhamos questões importantes de Educação em Diabetes aqui e pelos blogs da área de diabetes, com informações sobre prevenção, tratamento, acompanhamento, suporte. Chegamos a este dia com a sensação de dever cumprido, mas não finalizado, porque esta causa não tem fim. E o movimento continua para os próximos anos.

E assim com o nosso pequeno ponto azul no meio de tantas outras luzes da cidade, e outros tantos pontos azuis pelo mundo afora, ajudamos espalhar a nossa mensagem, “Protegendo o nosso Futuro”.

Hoje, tivemos uma noite azul, com monumentos iluminados dessa linda cor no mundo inteiro, para lembrar os nossos dias nem sempre tão azuis. Um dia inteiro para lembrar o Diabetes no mundo, e um ano inteiro, depois, para não deixarmos os outros esquecerem e para nós não esquecermos. Um dia para mudar o mundo, uma vida para mantermos as nossas mudanças de hábitos. Este é o nosso desafio: chamar atenção num espaço de 24 horas para, depois, dar continuidade por toda vida.

O dia 14 de novembro é para o mundo saber. Os outros dias são para nós, que já sabemos, mas que precisamos de mais acesso à boa informação, acesso à medicamentos e suprimentos, assistência médica, acompanhamento, apoio psicológico e nutricional, atividade física e, sobretudo, força de vontade. Os outros dias são para convivermos, da melhor forma possível, com o Diabetes.

10 anos de diabetes sem complicações, 7 anos de blog. Neste Dia Mundial do Diabetes, eu celebro, sim!

Hoje é DIA MUNDIAL DO DIABETES, World Diabetes Day. Não, não é dia de COMBATE, pelo menos para mim. Eu não posso combater o diabetes, posso CONSCIENTIZAR, que é muito mais do que combater. Eu tenho diabetes, o meu não tem como prevenir, é MODY, é genético. Assim como o tipo 1 não dá para prevenir. O tipo 2 tem como prevenir, e nós falamos muito aqui sobre estilo de vida, alimentação, atividade física, mas discordo totalmente da ideia de que só tem diabetes tipo 2 quem quer. Mesmo porque há muitos e muitos fatores envolvidos. Fatores hereditários, ambientais, sociais… Claro, alertando, temos a chance de reduzir casos no futuro. Isso é CONSCIENTIZAR. Palavra mais abrangente que inclui todos igualmente: os que tem e sabem, os que tem e não sabem, os que não tem mas podem vir a ter, e os que nunca vão ter mas podem replicar boas informações. Hoje é Dia Mundial do Diabetes, 14 de novembro. E eu celebro, sim, celebro 10 anos de diabetes sem complicações, neste mesmo novembro azul. Celebro 7 anos de blog, neste mesmo novembro azul. Eu não estou combatendo o diabetes, eu estou apredendo a viver com diabetes, um aprendizado contínuo, para toda a vida.

#Diabetes? Quem se importa?

Somos 13,4 milhões no Brasil, o que corresponde a 6,5% da população entre 20 e 79 anos. Mas, no Brasil, quem se importa?

O Brasil está em 4º lugar em prevalência de diabetes. Mas, no Brasil, quem se importa?

O diabetes só faz crescer em todos os países e o mais alarmante é que 50% dos portadores desconhecem sua condição, ou seja, este número deve ser muito maior. Mas, no Brasil, quem se importa?

Diabetes não diagnosticado leva a graves consequências e a incapacidades, sobrecarrega os sistemas de saúde e a previdência social, rouba qualidade de vida, leva a amputações, impotência, doenças cardiovasculares, renais, cegueira. Diabetes, quando não tratado adequadamente, mata! Falta de informação em diabetes mata!

Até o ano passado, tínhamos uma campanha e podíamos fazer parte de algo grandioso e mundial. Novembro ficava azul para a gente e para aqueles que precisam ser alertados sobre a doença. Os monumentos se iluminavam de azul pelo diabetes e o Brasil se juntava ao mundo por mais conhecimento e informação em diabetes.

Ficamos órfãos de cor, nosso novembro ficou sombrio, perdemos a nossa identidade. E ficamos isolados em relação ao mundo, que continua se iluminando de azul pelo diabetes.

Quem se importa?

A nossa marca é a causa que nos une. Não temos uma identidade, temos muitas! Milhares, milhões! Temos, sim, um movimento lindo, de pessoas engajadas, que pode crescer, e crescer, e crescer. Vamos alertar e informar as pessoas sobre o diabetes. Nossa campanha não é nossa, é do mundo! Somos, sim, fortes! E podemos muito mais do que imaginamos! Basta darmos a nossa pequena contribuição. Se você se importa, se envolva e envolva todos ao seu redor!

#NovembroAzul pelo #Diabetes: a nossa marca é a nossa causa!

Por Luciana Oncken, blogueira e jornalista, tem diabetes há 10 anos

– Se eu não tivesse contribuído, o oceano teria uma gota a menos – Madre Teresa de Calcutá.

Li esta frase hoje pela manhã na revista Vida Simples. Uma frase que resume bem o meu trabalho com o diabetes e de pessoas que tem depositado sua pequena gota no oceano, e resume o nosso momento atual, em que estamos trabalhando uma campanha para fortalecer um movimento que existe há quatro anos: o Novembro Azul pelo Diabetes, que tem o dia 14 deste mês como o dia oficial, reconhecido pela Organização Mundial da Saúde (OMS).
Uma campanha paralela, com o mesmo tema, relacionada a outra doença foi lançada em 2012. Em seu primeiro ano, passou e não foi muito percebida. Em 2013, com uma série de parceria e apoios de empresas e instituições, cresceu. Duas campanhas no mesmo mês, sim, podem coexistir e até se fortalecer, apoiando-se mutuamente, mas duas campanhas com o mesmo mote, com o mesmo tema, com as mesmas ações, acabam concorrendo. Precisávamos tomar uma atitude.

Eu, que estava meio quietinha em relação ao diabetes, ao blog, a minha página no Facebook, que hoje tem quase 6 mil seguidores, senti uma chacoalhada. Estão querendo se apropriar da nossa cor, da nossa campanha, de todo o nosso esforço… E quando falo “nosso”, não é meu, nem só do movimento dos blogueiros de diabetes, ou das sociedades e instituições envolvidas, quando falo “nosso”, é de todos, porque o diabetes é uma das doenças mais prevalentes no mundo. Não dava para aceitar calada.

Com muita pesquisa, munida de informação, estou dando a minha pequena contribuição. Depositando a minha pequena gotinha.
– Ninguém comete erro mais grave do que quem não faz nada só porque poderia fazer pouco –Edmund Burke, estadista irlandês.

Perfeito. É isso.

Muita gente disse que ia desistir porque era uma luta perdida, porque as instituições que nos representam são fracas, porque estão cansados de fazer tudo sozinho, sem apoio. Mas será que o nosso papel, como representados, não é cobrar ações mais efetivas? E, mais: cobrar, fazendo, e ajudando a fortalecer. Somos, sim, líderes, dentro da nossa área de atuação. Somos ativistas sociais em redes sociais. E temos uma ferramenta incrível e poderosa: a nossa palavra, a nossa presença.

E uma das líderes e ativistas mais ativas em diabetes, a Sarah Rubia, do blog “Eu, meu filho e o diabetes”, lançou Novembro Azul como um evento nas redes sociais. Pediu o meu apoio como organizadora. E eu tive a chance de ver revitalizada esta força dentro de mim. De lembrar que eu posso dar a minha contribuição, que eu posso usar o meu trabalho, a minha palavra, a minha presença para fortalecer a causa do diabetes e o nosso novembro azul. Eu e a Sarah gritamos:

– Eu acredito em fadas!

Gritamos a plenos pulmões e as coisas começaram a acontecer. Vieram os apoios e continuam vindo, muito bem vindos. As pessoas começaram a participar, a dar a sua pequena e valorosa contribuição. Cada um começou a criar a sua arte com o novembro azul, cada um do seu jeito, mas o azul está lá, o círculo, a menção ao dia, aos cuidados com o diabetes, e foram compartilhando a arte do outro. E estamos conseguindo envolver as pessoas, e fortalecer a nossa representatividade, porque incentivamos que as pessoas curtam a página oficial do movimento, criada pela Sociedade Brasileira de Diabetes (SDB). Esta é a nossa marca: a causa que nos une. Não temos uma identidade, temos muitas! Milhares, milhões! Temos, sim, um movimento lindo, de pessoas engajadas, que pode crescer, e crescer e crescer. E deixar crescer é deixar que as pessoas se apropriem dela, da forma correta, usando-a para o que ela foi criada: alertar e informar as pessoas sobre o diabetes. Nossa campanha não é nossa, é do mundo! Somos, sim, fortes! E podemos muito mais do que imaginamos! Basta darmos a nossa pequena contribuição.

Dia Mundial do #Diabetes – origem e história

O Dia Mundial da Diabetes é comemorado todos os anos no dia 14 de novembro. A campanha do Dia Mundial do Diabetes é liderada pela Federação Internacional de Diabetes (IDF ) e suas federações filiadas, no Brasil, pela Sociedade Brasileira de Diabetes (SBD – clique no banner ao lado ou abaixo e seja encaminhado para a página oficial do Dia Mundial do Diabetes no Brasil). Ela envolve milhões de pessoas em todo o mundo em defesa do diabetes e da consciência e informação sobre a doença.

Selo do Dia Mundial do Diabetes

Selo do Dia Mundial do Diabetes

O Dia Mundial do Diabetes foi criado em 1991 pela International Diabetes Federation e pela Organização Mundial da Saúde (OMS), em resposta às crescentes preocupações sobre em razão do avanço do diabetes no mundo. O Dia Mundial do Diabetes se tornou um dia oficial das Nações Unidas em 2007, com a aprovação da Resolução das Nações Unidas 61/225 . A campanha chama a atenção para questões de suma importância para o mundo do diabetes diabetes e se mantém firmemente no centro das atenções do público em todo o mundo.

WDD-Top5-animated-125x125

O Dia Mundial do Diabetes é uma campanha que apresenta um novo tema escolhido pela Federação Internacional de Diabetes a cada ano para tratar de questões enfrentadas pela comunidade global de diabetes. Enquanto as campanhas temáticas são trabalhadas durante todo o ano, o próprio dia é comemorado em 14 de novembro, para marcar o aniversário de Frederick Banting, que, juntamente com Charles Best, concebeu a primeira ideia que levou à descoberta da insulina em 1922.

Diabetes Educação e prevenção é o tema do Dia Mundial do Diabetes para o período 2009-2013

Onde é comemorado?

O Dia Mundial do Diabetes é comemorado em todo o mundo pelas mais de 200 associações membros da Federação Internacional de Diabetes em mais de 160 países e territórios, incluindo o Brasil, todos os Estados Membros das Nações Unidas, bem como por outras associações e organizações, empresas, profissionais de saúde e pessoas que vivem com diabetes e suas famílias.

Como é marcado?

A comunidade global de diabetes, incluindo as associações e a Federação Internacional, membros, organizações de diabetes, ONGs , secretarias de saúde , sociedade civil, indivíduos e empresas são chamadas a desenvolver uma extensa gama de atividades, adaptadas a uma variedade de grupos. Atividades organizadas a cada ano incluem:

– Programas de rádio e televisão
– Eventos esportivos
– Exames de detecção gratuitos para diabetes e suas complicações
– Reuniões de informação pública
– Cartaz e folheto campanhas
– Oficinas e exposições
– Coletivas de Imprensa
– Jornais e revistas, artigos
– Eventos para crianças e adolescentes
– Iluminações de monumentos
– Círculos azuis humanos
– Eventos políticos

Existe um tema?

A cada ano o Dia Mundial da Diabetes é centrado em um tema relacionado ao diabetes. Os tópicos abordados no passado incluíram diabetes e direitos humanos, diabetes e estilo de vida, os custos de diabetes. Temas recentes incluem:

2005: Diabetes e Cuidados com os pés
2006: Diabetes no desfavorecidos e vulneráveis
2007-2008 : Diabetes em Crianças e Adolescentes
2009-2013 : Diabetes Educação e Prevenção

O logotipo do Dia Mundial do Diabetes

Imagem

O logotipo do Dia Mundial do Diabetes é o círculo azul – o símbolo mundial do diabetes, que foi desenvolvido como parte do Unite para a campanha de sensibilização da Diabetes. O logotipo foi aprovado em 2007 para marcar a passagem do Dia Mundial do Diabetes como resolução das Nações Unidas . O significado do símbolo do círculo azul é extremamente positiva . Em diferentes culturas, o círculo simboliza a vida e a saúde. A cor azul reflete o céu que une todas as nações e é a cor da bandeira das Nações Unidas . O círculo azul significa a unidade da comunidade global de diabetes em resposta à pandemia da diabetes.

Fonte: IDF – Federação Internacional de Diabetes – texto traduzido na íntegra

Novembro pode ser de todos, cada um com a sua comunicação!

Sabemos da importância de campanhas de esclarecimento para a população na área de saúde. O diabetes tem tradicionalmente o mês de novembro (e isso é mundial) e a cor azul como identidade visual (também mundial). Um  movimento criado pelo IDF – Internacional Diabetes Federation, que tem parceiros como a Novo Nordisk, Sanofi Diabetes, Lily Diabetes, sem falar no suporte de empresas como Janseen, Astra Zeneca, Bayer, BD, Roche, Pfizer, Merck, Bristol Meyers Squibb, Novartis, Nestle, entre outras. No Brasil. a Sociedade Brasileira de Diabetes, abraçou a campanha oficial desde 2009. Tem um site oficial do Dia Mundial do Diabetes que divulga todas as ações realizadas no Brasil.

Neste mês, os monumentos são iluminados de azul pelo Diabetes. Mas causou-nos surpresa uma campanha lançada por um instituto, tendo apoio oficial associações e instituições fortes e reconhecidas, criando o Novembro Azul, também com iluminação de monumentos, como já é feito há anos para o diabetes, para outra doença igualmente importante: o câncer de próstata. Que fique claro que não somos contra campanhas de esclarecimento, essenciais em qualquer área, nem contra o mês de novembro ser dedicado a outras questões relacionadas à saúde, mesmo porque são muitas doenças para poucos meses.

A questão é que já existe uma campanha mundial do câncer de próstata, cujo o dia oficial é 17 de novembro, e nós fazemos questão de dar o nosso humilde apoio.  Aliás, muito criativa e bacana e até mais ampla, porque busca alertar os homens sobre a necessidade dos cuidados com a saúde. O Movember é um movimento que surgiu na Austrália, em 2003. No mês de novembro, os homens deixam os bigodes crescer para lembrar a importância dos exames de detecção e chamar atenção dos homens para cuidar da saúde. Muito mais interessante, original e bacana do que pegar algo que já existe em outra área, como o Novembro Azul para o diabetes, e mudar o foco. Novembro pode ser o mês de todas as doenças. Além do câncer de próstata e do diabetes, é também o mês do Dia de Combate à Obesidade, dia 27. O que pedimos é que respeitem a nossa identidade visual, o nosso Novembro Azul  para o Diabetes.

Que tal adotar a campanha dos bigodes, que é muito mais bacana e é um movimento mundial para o câncer de próstata?

Links:

Entre no site do Dia Mundial do Diabetes: 14 de novembro

Site da SBD – Sociedade Braileira de Diabetes

Página do IDF

Tem até uma página do Movember Brasil no Facebook, vejam!  

E para quem quiser acessar o movimento mundial, acessem o site do Movember.

Estamos nos mobilizando para ter nosso mês azul e nossa comunicação de volta. Que quiser ajudar, segue o abaixo assinado:

http://www.abaixoassinado.org/abaixoassinados/28468