Arquivo da tag: Nestlé

A Páscoa está aí!

A Páscoa chegou! Para mim, foi um dos eventos que mais mudou depois do diabetes. Nada de ganhar um monte de ovos de Páscoa. Nada de me esbaldar no chocolate. Mas, quer saber, tem lá suas vantagens. Quais?

Eu não preciso reclamar dos quilinhos a mais na semana que se segue à Páscoa, por exemplo. Passei, também, a curtir mais o significado do evento do que o lado comercial. Pra mim, Páscoa é tempo mesmo de renascer, de renovação. É tempo de pensar nisso. Temos sempre de nos reinventar. Acho que ao me tornar diabética, tive de fazer isso. E faço isso dia após dia.

Para quem não dispensa o chocolate, hoje temos tantas, mas tantas opções. A Folha OnLine do dia 28/03 trouxe uma matéria com as principais marcas.

Na reportagem, são citados a seguintes (acrescento os meus comentários):

Brasil Cacau – não conheço

Gold Nutrition – o chocolate de tablete é muito bom, o ovo deve ser também

Cristallo adoro os doces da Cristallo, o ovo deve ter a mesma qualidade, mas o precinhos são meio salgados

Garoto – o Talento tem o selo da Anad e é um dos poucos que tem algo além do chocolate, como avelãs. Uma delícia!

Nestlé – dispensa comentários, mas a novidade é o meio amargo. O tabelte é muito, muito bom!

Village não tem ovo diet, mas tem a colomba, que também tem 0% de lactose. É um poquinho seca, mas boa!

Minhas sugestões:

Pan – tem uma linha de chocolates diet. Tem também ovos diet ao leite e diet com avelã.

Day by Diet – uma vez, ganhei uma cesta de uma funcionária minha. Adorei! Tem ovo!

Cacau Show – as lojas estão espalhadas por várias regiões. Tem várias opções diet de bombons e tabletes.

E você? Qual sua dica para a Páscoa?

Completando…

Havia me esquecido da tradicionalíssima Kopenhagen. Sabe que eu não sou muito fã do diet deles? Acho meio salgado… Tem um que é light e diet que acho melhor.

Tem uma chocolateria no bairro de Higienópolis, aqui em São Paulo, chamada ChocoLab, que tem uns chocolatinhos diet muito bons.

Ah! Acabei de ver que a Ofner lançou o Ovo Zero, sem adição de açúcares, que têm o selo da Anad. Amo os doces diet deles. O ovo deve ser bom também, imagino. E os recheios são variados: chocolate diet, avelã, caju e nozes.

Para quem está a fim de dar um presente especial, investir mais, a Chocolate du Jour tem o Cofrinho do Coelho – Diet.

Companhia doce (para diabéticos e não diabéticos)

Ontem foi Páscoa, e estou feliz por não ter nenhum ovo em casa para aguçar a minha vontade de comer chocolate. Combinei com meu marido que não nos presentearíamos com ovos de Páscoa. Cumprimos o combinado. E hoje acordei sem nada para me atentar. Tá certo, existem excelentes ovos diet. Aliás, comi ontem na minha mãe o Alpino Diet da Nestlé. Eu amei. Mas resolvi deixar a minha parte por lá. É que quero emagrecer. E, se ficar comendo chocolate como uma condenada, não vou atingir o meu objetivo.

De qualquer forma, a Páscoa foi mais do que doce para mim. Foi mel puro, doce de leite, leite condensado. Fiquei na minha mãe o dia inteiro. Matei saudades da companhia de todos. Almoçamos, “brigamos” (afinal, somos em cinco, as divergências fazem parte da nossa rotina), brincamos, jogamos e rimos muito.

Só faltou o papai e a vovó, que já estão em outra dimensão. Mas, onde quer que eles estejam, devem ter ficado realmente contente em nos ver reunidos.

Que a semana seja muito doce para todos nós! Que realmente possamos incorporar este espírito de renovação que a Páscoa nos traz.

Receita desajeitada

Estou com uma virose chata. Desde quinta-feira passada estou um caco. Ontem, me deu vontade de comer um doce. E acabei improvisando um docinho diet. Fiz sem receita mesmo, se você quise testar… mas, olha, eu não me responsabilizo se der errado. Fiz no olhômetro, no meio do caminho quase desisti, mas não é que deu certo. E ficou uma delícia. E é diet. E a gente pode comer, sem exagero, é claro.

Anota aí a receita:

– uma dose de coragem– dois quadrados de um tabletão de 500g de chocolate diet ao leite, da Nestlé

– um ovo

– um pouco de leite (não anotei a quantidade)

– um colher (de sopa) rasa de amido de milho

Derreta o chocolate em banho maria, ou no microndas, mexa bem, acrescente o leite e vá mexando, coloque o ovo, continue mexendo bem para manter homogênio. Por último, coloque o amido de milho. Coloque em forminhas de pão de mel e leve ao forno pré-aquecido. Deixe por 15 minutos em fogo baixo (180 graus). Tire da forma e sirva quente, com sorvete diet. Ficou um misto de petit gateau e brownnie. 

Sorvete diet II

Algumas pessoas entraram em contato para perguntar sobre sorvetes diet fora de São Paulo. Eu havia comentado em um post sobre a Leo Dolci, uma doceira de São Paulo que trabalha com produção mais local. A Gelateria Parmalat é uma boa opção também. Se tiver na sua região, vale a pena experimentar o gelato diet deles. Tem dois sabores: leite e chocolate. O gostoso é misturar os dois. Além de não conter açúcar, também não contém gordura.

Caso não tenha, a Nestlé e a Kibon também trabalham com sorvetes diet. O Carte D’or, da Kibon, é excelente. Prefiro o de chocolate, mas tem também o de framboesa. Tem ainda o Napolitano Diet, que eu gosto muito. Já a Nestlé trabalha com a linha Molico. Atenção, os de fruta e picolés contém açúcar. Mas você pode experimentar o Molico Napolitano e o Molico Baunilia com Chocolate.

Outras marcas que também trabalham com sorvetes diet são a La Basque, que aqui em São Paulo encontramos em alguns supermercados e em lojas próprias, e a Ofner, que é uma outra doceira daqui.

Quem mais souber de lugares que oferecem boas opções diet, estamos abertos para receber dicas.